18

Mirinzal: ação judicial desmonta a farsa da prisão de Amaury Almeida no dia da eleição…

Ação de Investigação Judicial Eleitoral conta detalhes da armação que influenciou diretamente no processo eleitoral do município, resultando na derrota do prefeito; de acordo com a peça, assinada pelo advogado Marcos Lobo, a farsa envolveu polícia  e ministério público

 

Amaury é mais uma vítima do aparelhamento do estado

O prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida (PDT), foi vítima de uma farsa eleitoral armada para influenciar diretamente na eleição do municípios.

É o que revela o termos da Ação de Investigação Judicial Eleitoral, assinada pelo advogado Marcos Lobo, que pede a cassação do registro do eleito em Mirinzal, Jadilson Coelho, por abuso do poder político e econômico.

– Traz-se a julgamento para este Juízo um conjunto farto de elementos que demonstram, de forma clara, que a vontade popular dos eleitores de Mirinzal nestas eleições do ano de 2016 sofreu grave influência do abuso do poder econômico e político, nas suas diversas vertentes, perpetrados pelos Requeridos, fatos estes que determinaram a influência direta no resultado eleitoral, embora a norma exija apenas a gravidade dos fatos – afirma a AIJE.

A ação de Amaury Almeida não deixa dúvidas quanto à armação para impedir a sua reeleição; e acusa diretamente alguns agentes públicos do governo Flávio Dino, como delegado de polícia, oficiais da Polícia Militar, agentes de política e até representantes do Ministério Público.

Na peça, o advogado afirma que a prisão de Amaury Almeida, no dia da eleição – sob o suposto crime de homicídio – foi uma farsa perpetrada pelo promotores de Justiça  Leonardo Santana Modesto, pelo delegado Jorge Antonio Silva Santos, pelo investigador de polícia Domingo Rabelo Neto e pelo tenente da Polícia Militar Henrique César Santos.

– Não houve sequer mandado de prisão. Os documentos nunca foram apresentados, nem pelo delegado Jorge e muito menos pelo regional de Pinheiro. Enquanto isso, partidários do adversário do prefeito passavam a divulgar na imprensa e nas redes sociais – em plena votação – que o prefeito estava preso por ter matado um homem – conta o advogado Marcos Lobo.

A ação judicial elenca diversas outras irregularidades que apontam para o abuso do poder político em Mirinzal, mas a questão da prisão do prefeito é a base.

Detalhe: a suposta vítima chegou a dar entrevista, inocentando o prefeito Amaury Almeida. (Releia aqui)

Mas já era tarde, a eleição estava decidida em favor do candidato do governo Flávio Dino (PCdoB).

Num dos mais covardes crimes eleitorais da história do Maranhão…

Marco Aurélio D'Eça

18 Comments

  1. Nós mirinzalenses queremos justiça, essa eleição foi tomada de Amaury na cara de pau.
    Esperanos por dias melhores e que ele volte.
    Não aguentamos mais esse Jadilson maléfico e safado.

  2. A justiça tem que ser feita, foi um absurdo o que aconteceu nesse dia em Mirinzal, eu vi as pessoas do lado do prefeito eleito gritarem pelas ruas que Amaury matou e nunca que aconteceu isso.
    Todos sabemos que foi pura armação ta na cara como papera.
    Queremos justiça e que nos libertwm desse governo desastroso que ta acontecendo em Mirinzal com esse prefeito Jadilson que não faz nada.
    Justiça! Se as autoridades não fizerem nada vai virar rotina isso em Mirinzal nas eleições.

  3. Realmente esse cara passou por uma humilhação muito grande ir parar em Pedrinhas vestirbaquela roupa de marginal imagino a raiva que ele sentiu, mas quem mandou ser saliente se tivesse dormindo tava livre dessa tão dizendo que ele vai voltar pra lá principalmente quando descobrirem todas as roubalheira dele na prefeitura

  4. Como inocentado? Ele tá respondendo processo e na condicional, tem que se apresentar todo mês no Fórum, não pode se afastar da comarca por mais de dez dias, não pode beber em público e depois do início do ano quando começar a aparecer os outros processos, com certeza será prisão perpétua.

  5. O que houve de violência nesta eleição de Mirinzal, todo o povo sabe que foi promovida pelo atual prefeito, violento, truculento, irresponsável, arrumou briga com muita gente que não lia a cartilha dele, além do poderio econômico pra empregos de última hora e comprar o eleitor, já tá todo mundo despedido, inclusive médicos, enfermeiras, na saúde praticamente não funciona mais nada, qu quiser vá lá ver, um péssimo governo, só mídia e roubalheira, o irmão tesoureiro é hoje um cara milionário, chegou lascadinho no começo, merenda escolar só bbolacha e suco, agricultura abandonada, um verdadeiro caos essa administração que Graças a Deus já era.

  6. Para todos os que argumentam e continuam dizendo que o prefeito agrediu, ameaçou, bateu e assassinou, apresentem provas, indícios e testemunhas assim como ele está fazendo e provando que foi armação da quadrilha montada.

  7. A cidade toda comenta q esse o pai é desequilibrado e o filho dependente químico

  8. O pior q esse rapaz q estão falando q vai comandar a saúde comentam q é usuário de droga

    • Isso tudo é mentira, seu Rubão é um homem bom, já fez muito por Mirinzal, o filho é advogado, atleta, nunca usou drogas.

  9. Todos as armações feitas foram decididas pela justiça e o prefeito Amaury foi inocentado. Brasil, Rubem Goulart Jumento Batizado e outros asseclas que fizeram as armações serão desmascarados pela justiça.

  10. Esse prefeito tá doido de medo do outro assumir e descobrir todas as maracutaias que ele é o irmão tesoureiro fizeram, aí sim, cadeia de novo e pra dois.

  11. Gente. Todo mundo sabe em Mirinzal que esse cara é violento , truculento, já na campanha passada agrediu vários eleitores mais humildes, nesta agora, tá respondendo por agressão a outro eleitor que ele comprou o voto é enganou ele, tem até fotos, filmagens, áudios dele cobrando a devolução do dinheiro e ameaçando derrubar um barraco comercial do eleitor. Tudo isso que o advogado tá dizendo é factóide, a polícia foi atrás e deu o flagrante em alguém que cometeu um crime. Ele perderia a eleição mesmo que não tivesse sido preso, não influenciou em nada, a maioria dos eleitores só souberam depois de ter votado.

    • Se naoouver justiça, isso vai ser rotineiro em Mirinzal.
      Que a justiça seja feita.Jadilson caçado e na cadeia.
      Amaury com seu povo trabalhando ja.

  12. Quer dizer que o adversário político dele tinha uma bola de cristal pra advinhar que esse truculento do Amaury ia arrumar uma confusão na madrugada do dia das eleições quando todos os outros candidatos já dormiam? E ainda por cima que Amaury ia ordenar pros seus capangas ex-policiais vindo da capital atirar nos que estavam lá? Esse advogado só pode tá de brincadeira.

  13. A justiça tem que ser feita. Mirinzal não pode voltar ao atraso, como está desenhado. O secretario de saúde será um menino que sempre foi sustentado pelo pai, que é um jumento batizado que lesou o município na gestão do saudoso Raimundo Gomes. Rubão, como é conhecido o ignorante Rubem Goulart, é quem dará as cartas na saúde por meio do seu filho. Agora pergunta a procedência desse jumento batizado…

  14. Já era Amaury…. Já foi..Já deu e nunca mais você vai voltar e leva aquele advogado nome de astronauta contigo…hahahahhahaha

    • Pode demorar, mais a justiça tem que ser feita, nunca tinha visto tanto absurdo, numa política do candidato” eleito ” uma política suja e desrespeitondo a ordem pública, dava até um receio de sai às ruas , não dava nem pra contar com o grupamento das polícias, tinha que ter a força nacional lá, uma pessoa assim não tem a mínima condição de assumir um cargo público, já era certo que não estava certo, a população de mirinzal não merece isso , voltar ao atraso se esquecidas no passado sem saúde educação e estruturas de um município

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *