4

Mais um Carnaval triste em São Luís…

Prefeito Edivaldo Júnior – que vem tentando acabar com a festa desde que assumiu, em 2013 – quer limitar a folia deste ano apenas ao sábado, domingo e segunda-feira gorda

 

O aspecto de esvaziamento a idde no período carnavalesco tem-se repetido na gestão de Edivaldo

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) já mandou avisar aos grupos folclóricos, escolas de samba e brincadeiras de rua: o carnaval de 2017 será restrito ao sábado, domingo e segunda-feira gordos.

Holandinha vai cancelar o desfile de sexta-feira – marcado pela entrega simbólica da chave da cidade ao Rei Momo, da qual o prefeito nunca participou – e o baile popular da terça-feira de carnaval.

Aos produtores culturais, o presidente da Fundação de Cultura, Marlon Botão, alega dificuldades financeiras, diante da crise econômica.

Como explicar, então, a manutenção de 32 secretarias – algumas sobrepostas entre – sendo boa parte inutilidades inexplicáveis? (Releia aqui)

Em 2016, Flávio Dino levou Bira do Pindaré para entregar a chave ao Rei Momo; Holandinha nunca participou da cerimônia

Desde que assumiu o mandato, em 2013, Edivaldo deixou claro que, dependendo dele, as festas populares, em sua gestão, não teriam razão de existir.

Tanto que chegou a cancelar o desfile das escolas de samba no primeiro ano de gestão.

Infelizmente, esses mesmos produtores culturais esqueceram-se disto durante a campanha eleitoral, e muitos deles até ajudaram a reeleger o prefeito.

Que paguem o custo desta reeleição…

Com informações do blog de Diego Emir

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. O prefeito nunca participou da cerimônia. Noooooooooooosa!!! Que incompetência. Um crime. E realmente, a qualidade de vida da população de São Luís vai ter uma grande queda com um dia a menos de carnaval As melhorias no trânsito e no transporte público não compensam.

  2. As festas populares atraem investimentos para o município com o certo movimento turistico, no comercio local , na geração de emprego e renda para milhares de familias que aproveitam o ciclo cultural para intensificar o comercio informal. O discurso desse cidadão Leonardo é mais um mimimi canalha de um desses defensores do Prefeito “Risadinha” EDH que desde que chegou não fez absolutamente nada. Cade os investimentos nas coisas importantes que voce cita Leonardo? Os corredores dos Socorrões voltaram a ficar lotados novamente. A rica campanha com bandeiras de seda e adesivos metalizados consumiu os cofres do município e agora vamos sofrer as consequencias. Deixe de lado sua podre demagogia e procure acordar.

  3. A questão ai não é gostar de cultura ou não, é priorizar o dinheiro público para coisas mais importantes. Eu apoio a iniciativa do Prefeito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *