5

Líderes de Flávio Dino se escondem de professores na Assembleia…

Diante da pressão da categoria e da obrigação de votar de acordo com o que determina o governador comunista, Rogério Cafeteira, Bira do Pindaré e Professor Marco Aurélio abandonaram seus assentos e foram parar embaixo do mezanino durante a votação das alterações no Estatuto do Magistério

 

Observe Cafeteira mais à frente e Marco Aurélio, escondidos abaixo da marquise, onde não eram vistos pelos professores; Pindaré não aparece nas imagens, mas também se escondeu

A imagem acima é característica da covardia do governo Flávio Dino (PCdoB) contra os professores maranhenses, demonstrada na tarde desta quarta-feira, 15, durante votação da Medida Provisória que alterou o Estatuto do Magistério.

A foto – capturada de um vídeo feito em plenário – mostra o líder da bancada Rogério Cafeteira (PSB) – abaixo da marquise que serve de mezanino para a galeria.

Pior ainda fizeram o vice-líder Marco Aurélio (PCdoB) e Bira do Pindaré (PSB), que foram se esconder exatamente debaixo da galeria.

Tanto que receberam xingamentos da categorias para que mostrassem a cara durante a votação; sobretudo Marco Aurélio, que recebe o título de Professor em seu nome parlamentar.

Um dia de vergonha para um governo – e uma bancada – que prometiam mudanças no início do mandato…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Sou professor. Bira perdeu meu respeito e meu voto e da minha família. Traíra!

  2. Em 2018 a classe dos educadores vão hipotecar maciço apoio à reeleição desse que foi eleito com o discurso da mudança. Não compreendo a razão para tamanha gritaria, pois, o governador cumpre com a sua promessa de campanha.
    Arrote, Governador.

  3. Aguardem covardes que outro/2018 vem aí. Esse governo é governo canalha. Flávio Dino nunca mais!

  4. Assistir pela TV assembléia e o coro era: Bira traidor; Marco Aurélio traidor; Othelino traidor e rato branco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *