4

Governo pode ter sido avisado de operação da PF que prendeu ex-auxiliar de Flávio Dino…

Documento do Ministério Público Federal aponta que “órgãos, setores ou pessoas ligadas” ao governo Flávio Dino podem ter tido acesso a partes dos autos da Operação Turing antes da sua deflagração

 

Flávio Dino cumprimenta Danilo dos Santos durante solenidade na Secretaria de Administração Penitenciária

A pedido do Ministério Público Federal, a Polícia Federal vai investigar possível vazamento para o governo Flávio Dino (PCdoB), de  informações da Operação Turing – que apurou crimes de extorsão e vazamento de informações da própria PF.

A informação é do jornal O EstadoMaranhão.

De acordo com reportagem, assinada pelo jornalista Gilberto Léda, os procuradores federais no Maranhão desconfiam que o governo comunista foi avisado da prisão do ex-adjunto da Seap, Danilo dos Santos Silva, antes da deflagração da operação, o que resultou em sua exoneração.

A Procuradoria da República no Maranhão já abriu, inclusive, “Notícia de Fato Criminal” para investigar a possibilidade de que gente ligada a Flávio Dino o avisou do envolvimento do seu auxiliar no caso.

– Do teor das notícias, infere-se que é possível que tenha havido vazamento de informações da operação em questão para órgãos, setores ou pessoas ligadas ao Governo do Estado do Maranhão, que com base nas informações privilegiadas possivelmente poderiam ter atuado no sentido de promover a exoneração do investigado Danilo dos Santos Silva antes da deflagração da operação em questão, de modo a evitar que sua prisão viesse a ocasionar possível desgaste a imagem do Governo – relata o MPF, segundo o jornal.

O pedido de prisão dos envolvidos na Operação Turing chegou à 2ª Vara Federal do Maranhão antes do dia 9 de março. No dia 10, o Diário Oficial do Estado trouxe a exoneração de Danilo; três dias depois, o juiz Magno Linhares decretou a prisão dos envolvidos.

É muita coincidência em um pequeno lapso de tempo…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Funcionário do Flávio Dino como você diz, porém cabo eleitoral de Eduardo Bride sarneysista de corpo e alma, quem sabe se isso não era encomenda?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *