0

Comissão eleitoral não se entende e suspende contagem de votos no PT…

Candidatos questionam critérios para validação e anulação de urnas e decidem paralisar a apuração; Zé Inácio garante que venceu, mas aliados de Augusto Lobato reclamam de fraude

 

Monteiro com Zé Inácio e Augusto Lobato: eles lideram, mas não se entendem sobre quem ganhou

Um desentendimento na definição dos critérios para contagem e anulação de votos levou a Comissão de Organização Eleitoral do Partido dos Trabalhadores a suspender, na noite desta quarta-feira, 12, a apuração da eleição para o Diretório Regional da legenda.

A última parcial oficial, divulgada às 8h de hoje – com 150 das 193 urnas – apontava para um segundo turno entre o atual vice-presidente, Augusto Lobato, com 3.659 votos, e o deputado estadual Zé Inácio, com 3.002 votos.

Mas Zé Inácio garante que venceu a eleição.

– Eu ganhei a eleição. Eles não querem admitir o resultado porque achavam que, todos juntos, iriam atropelar a nós, que estávamos praticamente sós, eu e Monteiro – disse Zé Inácio.

O gráfico da eleição paralela de Zé Inácio, com 100% apurado: primeiro lugar

De acordo com a contagem paralela feita pela chapa de Inácio, ele sai do pleito com 4.724 votos válidos, contra 4.448 de Lobato.

Aliado de Augusto Lobato, o deputado federal Zé Carlos contesta os números da apuração paralela.

– Lamento muito que eles se prestem a fazer o que estão fazendo. O PT já deveria ter superado essa fase de querer ganhar na marra – afirmou.

Sem uma definição da Comissão Eleitoral – que, curiosamente, é formada por membros das próprias chapas e coordenada por um dos candidatos a presidente, Francimar Lima – o problema no PT maranhense deverá acabar, de novo, na direção nacional do partido, que terá que resolver a questão.

Apenas em uma coisa Zé Inácio e Zé Carlos concordaram em relação á apuração:

– Da forma como está a apuração é difícil seguir em frente – dizem os dois parlamentares…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *