0

PCdoB se perde em argumentos para contestar blog…

Em nota, partido do governador Flávio Dino se dana a rebater afirmações que este blog não fez e mostra que a tática que será usada pelos comunistas é a de desqualificar o delator

 

Flávio Dino com dirigentes comunistas: precisa melhorar a defesa

O Comitê Estadual do Partido Comunista do Brasil encaminhou nota ao blog em que tenta desqualificar posts baseados nos relatórios da Procuradoria-Geral da República, qeu tratam do recebimento de Caixa 2 pelo governador Flávio Dino.

O blog vai analisar ponto ponto da nota e fazer o contraponto. Abaixo, publicará a íntegra.

O PCdoB começa com uma afirmação despropositada:

– Não é verdadeira a afirmação de que mais de um delator citou o governador do Maranhão Flávio Dino – inicia o documento comunista.

Em primeiro lugar, não há, neste blog, nenhuma afirmação, em nenhum post, de que “mais de um delator citou o governador do Maranhão”.

O que há, e o blog reafirma, é a citação de três envolvidos (mas na verdade são quatro) no relatório da PGR sobre Flávio Dino. (Releia aqui e aqui)

A nota do PCdoB encerra com outra afirmação que o blog não tratou:

– Um deles, Hildo Mascarenhas, chega a dizer explicitamente em seu depoimento que não teve contato com ninguém do partido do governador.

Mais uma vez, o blog recorre ao relatório assinado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para desqualificar a tratativa do PCdoB.

Não há, em lugar algum, afirmação de que Mascarenhas chegou a ter contato com alguém do partido de Flávio Dino.

E nem precisava.

O que o Ministério Público Federal disse é que Mascarenhas era responsável pelo setor de pagamentos de propinas e caixa 2 da Odebrecht.

Tanto que Janot encaminhou também a sua delação ao Superior Tribunal de Justiça. (Releia aqui)

E foi isso que este blog disse. E reafirma.

Quanto ao terceiro delator, João Pacífico, o PCdoB nem tocou porque deve saber que a história é bem maior do que já foi divulgado.

E certamente virá à tona…

Abaixo, a íntegra da Nota do PCdoB:

Partido Comunista do Brasil
Comitê Estadual do Maranhão
Nota de esclarecimento

Sr Marco Deça,

Não é verdadeira a afirmação de que mais de um delator citou o governador do Maranhão, Flávio Dino. Os outros dois delatores são citados por José de Carvalho Filho, mas não citam o governador, o que fragiliza ainda mais a versão apresentada pelo ex-executivo da Odebrecht. Um deles, Hildo Mascarenhas, chega a dizer explicitamente em seu depoimento que não teve contato com ninguém do partido do governador.

Atenciosamente

Egberto Magno

Vice Presidente PCdoB MA no exercício da Presidência

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *