1

“O passe visa garantir o direito do estudante”, explica Canindé…

Secretário de Trânsito e Transportes explica que o uso do instrumento é temporário – enquanto o sistema de cartão é recuperado – e impede que os beneficiários da meia-passagem sejam obrigados a ter que pagar inteira

 

Os passes são temporários, apenas para aguardar correção do problema

O secretário de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, explicou na tarde desta terça-feira, 18, que a volta do Passe Escolar é apenas temporária no sistema de São Luís, e visa garantir o direito do estudante à meia-passagem.

– A decisão é apenas temporária, enquanto se recupera o sistema de carga de cartões magnéticos. E visa garantir que o estudante não seja obrigado a pagar por uma passagem inteira – disse o secretário.

De acordo com ele, o problema do sistema de recarga de cartões magnéticos se deu por uma pane causada por um raio, ams que a SMTT já está providenciando a correção.

– Tanto que nós limitamos a um total de 10 passes por estudante, exatamente por que apostamos que o problema não vai persistir por muito tempo – disse ele.

O sistema de recarga está sendo corrigido pela SMTT

O secretário garantiu ainda que, mesmo após a volta do sistema – “que deve ocorrer em um ou dois dias”, segundo ele – quem tiver ainda a sobra dos passes poderão usar novamente.

O equipamento que garante a recarga dos cartões já está em São Luís…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Isso tudo é armação pra faturar mais. A maioria dos estudantes enche a carteira no começo do mês e agora já com pouco dinheiro, são obrigados a engordar o cofre dos empresários pagando a passagem inteira pq a logística da compra dos passes é complicada: filas, deslocamentos extras, etc. Absurdo isso!!! Onde estão os movimentos estudantis que não fazem nada??? Se o prefeito fosse Homem de verdade, não aceitaria isso. Catraca livre seria a solução!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *