0

Todos de olho no PSDB…

Nas últimas semanas, pelo menos quatro lideranças políticas maranhenses estiveram em São Paulo, onde conversaram com lideranças tucanas sobre o futuro do partido no Maranhão

 

QUASE EXPULSO
Zé Reinaldo sabe que não teria mais espaços no PSB; e procura no PSDB um novo rumo

Do ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) ao deputado estadual Eduardo Braide (PMN); do ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB) ao prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP).

A ida de lideranças políticas maranhenses a São Paulo, para tratar do PSDB maranhense -pelo menos é o que indicam os movimentos de cada um – foi intensa durante toda a semana passada.

E de uma forma ou de outra, todos os encontros com o governador Geraldo Alckimin tiveram relação com as eleições e 2018.

Sebastião Madeira, que já pertence ao PSDB, esteve com Alckmin há duas semanas, e ouviu, mais uma vez, que o partido não seguirá com o governador Flávio Dino (PCdoB). (Releia aqui)

GOVERNO
Luciano Genésio chegou a ser sondado para uma candidatura

Mas o mesmo Alckmin recebeu na última sexta-feira, 28, o deputado federal José Reinaldo Tavares, aliado incondicional de Flávio Dino e que está cada vez mais desconfortável no PSB.

Entre eles, as duas jovens lideranças maranhenses.

Eduardo Braide, que sonha com o comando de São Luís – mas não descarta um eventual cavalo selado pelo governo – preferiu conhecer as ações do prefeito João Dória Júnior, atual queridinho tucano. (Relembre aqui)

NOVOS RUMOS
Eduardo Braide foi beber nas fontes mais modernas, que se mostram a partir da gestão João Dória

E Luciano Genésio, de Pinheiro – que se reuniu também com as lideranças do seu partido, o PP – chegou até a ser convidado para ser candidato a governador pela legenda.

Independentemente dos motivos de cada um, as reuniões com o PSDB em São Paulo refletem uma impressão clara da cúpula do partido em relação ao Maranhão:

O que ficou claro é que, para eles, o vice-governador Carlos Brandão simplesmente não existe…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *