0

Cortes comemorados por Flávio Dino resultaram na má qualidade da Saúde…

Propaganda governista se ufana de ter economizado meio bilhão no setor. Resultado: corrupção e sucateamento das unidades de saúde, vistas como de excelência até o fim de 2014

 

SUCATEAMENTO. Destaque mostra a economia que Dino diz ter feito. Para quê, exatamente?

Na ânsia de se defender do escândalo de desvios de recursos protagonizado pelo IDAC – e desbaratado pela Polícia Federal – o governo Flávio Dino (PCdoB) acabou por confessar uma mea culpa no setor.

A propaganda comunista revela que, entre 2014 – quando foram investidos R$ 925,6 milhões na saúde do Maranhão – e o fim de 2016, o corte no setor foi de R$ 508, 2 milhões.

Flávio Dino diz que economizou mais de meio bilhão em dois anos. E qual o resultado disso?

A resposta é óbvia e pode ser vista a olho nu, com uma simples visita às unidades de Saúde:  UPAs sucateadas, hospitais fechados, centros de referência abandonados e funcionários desmotivados.

A economia que Flávio Dino diz ter feito na Saúde serviu apenas para sucatear o setor em dois anos.

E ao que parece, essa economia também deve ter sido feita em outros setores.

Isso explicaria o sucateamento do Maranhão como um todo.

Simples assim…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *