0

Decisão tucana…

Senador Tasso Jereissati deverá definir os rumos do PSDB no Maranhão, que tem o vice-governador Carlos Brandão e o ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, defendendo caminhos divergentes para 2018

 

REMANESCENTES. Brandão e Madeira são os tucanos que ainda brigam por espaços de protagonistas no PSDB

Caberá ao presidente nacional em exercício do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), a decisão sobre o futuro do partido no Maranhão. Jereissati quer conversar com o vice-governador Carlos Brandão e com o ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, as duas principais lideranças remanescentes do ninho maranhense, para tomar a decisão.

Tanto Madeira quanto Brandão participaram da reunião do diretório nacional que decidiu pela permanência do PSDB na base de apoio do governo Michel Temer (PMDB). Após o encontro, o senador cearense conversou com o ex-prefeito maranhense e marcaram conversa para a semana que se inicia.

Apesar de ter mais proximidade com o senador Aécio Neves do que o vice-governador maranhense, Madeira teve dificuldades de ter uma resposta por causa dos interesses que o ex-candidato a presidente mantinha no governo Flávio Dino (PCdoB).

Agora, as coisas mudaram.

Madeira continua tendo mais intimidade com Jereissati do que Brandão, que tem pouco acesso nacional à legenda. E pesa ainda a antipatia que o senador do Ceará mantém dos ideais e projetos comunistas e esquerdistas para o Brasil.

Mas o fato é que o destino do PSDB levará apenas Brandão ou Madeira a protagonista do partido nas eleições de 2018. Após a morte do ex-governador, ex-prefeito, ex-senador e deputado federal João Castelo, nenhum outro tucano maranhense tem mais cacife que o vice-governador e o ex-prefeito.

E caberá a um deles comandar os destinos da legenda…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *