2

Justiça eleitoral cassa prefeito e vice de Mirinzal…

Juiz eleitoral José Jorge Figueiredo entendeu que houve crime eleitoral que favoreceu a eleição do prefeito no episódio de prisão arbitrária envolvendo o adversário Amaury Almeida (PDT), que deve tomar posse

 

Jadilson e seu vice, Derson: agora cassados, perdem a legitimidade do mandato

O juiz eleitoral José Jorge Figueiredo dos Anjos Júnior decretou na manhã da última quarta-feira, 28, a cassação do prefeito de Mirinzal, Jadilson Coelho (PSB), e do vice-prefeito, Derson Ribeiro.

Além disso, os dois ficam inelegíveis por oito anos.

A decisão foi fruto de uma ação movida pela defesa do ex-prefeito Amaury Almeida, em consequência de sua prisão ilegal, ocorrida em pleno dia da eleição. (Relembre aqui)

O juiz deu parecer favorável à cassação da chapa tendo em vista a gravidade das circunstâncias que caracterizam o episódio, que influenciou diretamente o resultado do pleito.

José Jorge Figueiredo decretou nulos os diplomas de prefeito e vice de Jadilson e Derson, além de decretar a perda do mandato eletivo dos dois.

Apesar de cassado, Jadilson e seu vice continuarão no cargo até o recurso no Tribunal Regional Eleitoral.

A partir da decisão do TRE, se confirmada a cassação, a Justiça determinará a imediata posse de Amaury Almeida.

Com informações do blog Até hoje!

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Esses blogueiros ficam enganando o povo, junto com Amaury.
    Em nenhum momento da decisão o Juiz diz que Amaury toma posse, caso fosse confirmada a cassação.
    Custa falar a verdade, já que voçês se dizem tão corretos.
    Coitados de quem espera Amaury assumir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *