1

Cleomar Tema vai a Brasília cobrar cumprimento de acordo para parcelamento do Fundeb

Tema vai a Brasília para tentar reverter situação do Fundeb

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), prefeito Cleomar Tema (Tuntum), embarca na noite deste domingo, 9, para Brasília, onde se reunirá na segunda-feira, 10, com integrantes da bancada federal para exigir do governo Michel Temer o cumprimento do acordo selado em abril deste ano e que  garantia a edição de uma medida provisória que parcelaria o pagamento dos recursos referentes ao ajuste do Fundeb.

Tema, inclusive, gravou um vídeo no qual convida prefeitos e prefeitas maranhenses a se juntar a ele na luta contra a postura da União.

O presidente da Famem também deverá reunir-se com o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM – RJ).

Estranhamente,  o governo federal descumpriu acordo e publicou, na quinta-feira (6),  a portaria  nº 823/2017, autorizando o desconto de R$ 177 milhões das contas das prefeituras maranhenses. A medida também prejudicará o estado, que perderá R$ 47 milhões.

– A situação é delicada. O governo federal nos garantiu o parcelamento do débito, nos deixou despreocupado, uma vez que, a partir de tal garantia, passamos a trabalhar com base no que foi acordado. Essa brusca mudança do governo Temer nos deixa extremamente preocupados. Nesta segunda-feira, nossos parlamentares estarão nos acompanhando em nova peregrinação aos gabinetes do Planalto, para que essa situação seja revertida – disse o presidente.

Conforme a portaria, o desconto deverá ser feito  a partir desta  segunda-feira, 10.

Em abril, um acordo articulado pelo presidente da Famem garantiu o parcelamento desses descontos, em até 12 vezes.

Caso a decisão não seja modificada e o entendimento do governo federal prevaleça, um verdadeiro caos financeiro irá instalar-se nas prefeituras maranhenses, penalizando diretamente todos os agentes inseridos no contexto do setor da educação.

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Sei o que ele vai fazer em Brasília: a mesma coisa que os outros inúteis daqui do Maranhão, fazem, ou melhor, não fazem.
    Vão torrar o nosso dinheiro com orgias e fazer tratativas para vender suas reses, para os “pra nada” que lá estão; o período de campanhas, nos currais eleitorais se aproxima.
    Outras, que recebem mensalinhas, divulgam os passos deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *