8

Autoritarismo puro…

Prisão de tenente-coronel PM por determinação de procurador-geral do Estado reafirma a postura intolerante do governo Flávio Dino e de seus agentes pequenos-burgueses

 

O episódio envolvendo a prisão do tenente-coronel Ciro Nunes, da Polícia Militar do Maranhão, é mais um ato a comprovar a marca autoritária do governo Flávio Dino (PCdoB).

O oficial foi preso na sexta-feira, 21, depois de discutir na porta do Tribunal de Justiça do Maranhão com o procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia.

Esse é o único ponto concordante nos depoimentos dos dois, porque Maia diz que foi agredido com palavras de baixo calão – depois de ter sido abordado pelo PM para tratar de um processo de promoção em que ele figura como requerente – e Nunes, por outro lado, argumenta que foi humilhado pelo procurador antes de reagir.

Versões à parte, o fato é que não houve agressão física de nenhum dos dois lados, embora possa ter havido algum excesso.

Está claro que alguém acusado de injúria ou ameaça, nessas condições, teria que responder judicialmente pelo ato. Mas ser preso?! É de se imaginar o que seria da sociedade se toda discussão terminasse em prisão.

O “crime” do tenente-coronel Ciro Nunes, portanto, foi ter ousado desafiar um agente do governo comunista. E, nele, impera o autoritarismo, o abuso do poder, a imposição pela força, pelo medo.

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

 

Marco Aurélio D'Eça

8 Comments

  1. Continuando.
    Pq é um direito do Estado, defender aquilo que achar um pedido ilegal. Quando a prisão do TC, é nornal punição a qualquer soldado com prisão. Se fosse para internar num hospital ai sim seria um abaurdo.

  2. O Tc Ciro Nunes, não tem nada de abordar autoridade em frente de Tribunal, justiça se argumenta com advogados, ate

  3. ESSE COMANDO DA PMMA É SÓ FALÁCIA! ESSES CORONÉS ESTÃO É GANHANDO MUITO PARA NÃO FAZEREM NADA,VISTO QUE VIVEM SÓ PENDURADOS EM CARGOS EM CARGOS. POLÍCIA TEM QUE ESTÁ NAS RUAS,E
    PERSEGUINDO ESSA BANDIDAGEM,SE POSSÍVEL ATIRANDO NAS DUAS PERNAS PARA QUE ESSA BANDIDAGEM NÃO POSSA ME MOVIMENTAR CONTRA O CIDADÃO DE BEM.

  4. 1) O TC Osmar foi exonerado do Comando do Batalhão de Pinheiro com base em denúncias anônimas que depois não foram comprovadas;
    2) O outrora TC Ruy, ex-comandante de Caxias, da turma do Coronel Pereira, cometeu atos de improbidade administrativa terríveis, aliás, a fama e as ações dele já são antigas, basta auditar a famosa GARAGEM DA PMMA, que ainda hoje funciona como uma espécie de Serra Pelada da corporação, como PUNIÇÃO, foi PROMOVIDO A CORONEL FECHADO;
    3) O Coronel Luongo, enquanto era cadete da PMMA entre os anos de 1993 a 1995, também era ocupante de um cargo público na Câmara dos Deputados em Brasília, aliás, fez uma carreira meteórica sem nunca ter EFETIVAMENTE TRABALHADO;
    4) Esses são apenas alguns exemplos que demonstram e atestam o quanto a instituição PMMA está falida e combalida, principalmente em razão das ações praticadas nesse comando desastroso do Coronel Pereira que é um ANALFABETO DE PAI E MÃE.

  5. O Governador assessorado por Jefferson Portela escolheram bem seus coronéis na PM.
    Só medrosos, estão na merda e ninguém diz nada. Muito me surpreende a coronel Augusta que até outro dia era tudo por Roseana hj defende e repreende quem falar mal de Flávio Dino. Uma eterna medrosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *