5

Flávio Dino paga R$ 90 mil por mês por hospital fechado em SL…

Gastos com reforma de unidade que deveria realizar serviços ortopédicos chegaram a quase R$ 1 milhão sem que nenhum paciente tenha sido atendido desde 2106

 

Alugada há um ano, clínica continua em reforma, mesmo recebendo pagamentos do governo Flávio Dino

 

De O EstadoMaranhão

O governo Flávio Dino (PCdoB) paga, desde agosto de 2016, R$ 90 mil por mês pelo aluguel de um prédio onde deveria funcionar uma clínica ortopédica, no bairro do Jardim Eldorado, em São Luís. Mas a Clínica Materno-Infantil Eldorado está fechada.

Neste período, os cofres públicos já bancaram, fora o aluguel, outros R$ 903.165,56 com reformas.

O curioso é que no próprio Extrato do contrato, publicado no Diário Oficial do Estado em 9 de agosto de 2016, constam como se todas as acomodações estivessem prontas e os equipamentos instalados.

O contrato 125.940/2016/SES foi assinado pela Secretaria de Saúde e pela direção da Clínica Materno-Infantil em 2 de agosto de 2016. O contrato tem vigência de 12 meses, prorrogáveis por igual período, até o limite de 60 meses, “incluindo equipamentos e mobiliários”.

De acordo com o documento, a clínica dispõe de 60 leitos de enfermaria e UTI, 18 dos quais com quatro salas de centro cirúrgico; 10 consultórios médicos equipados para acompanhamento ambulatorial; instalações administrativas; duas recepções; um laboratório, cinco salas de exame; um banco de sangue; 12 leitos com banheiros separados, com canalização de oxigênio e sala de reanimação neonatal; três leitos de recuperação pós-anestésico e estacionamento.

Extrato de contrato mostra que clínica deveria estar em condições de funcionamento

Mesmo com todo esse inventário, o governo comunista decidiu realizar reforma da clínica, com prazo que deveria ser de 90 dias, conforme placa no local.

Calculando-se os R$ 1.080.000,00 pagos pelos 12 meses de aluguel, mais os R$ 903.165,56 de reforma, o governo já gastou em um ano nada menos que R$ 1.983.165,56 por um prédio que não serviu para nenhum tipo de atendimento no setor de saúde.   

A deputada estadual Andrea Murad (PMDB) denunciou na sexta-feira, 11, em suas redes sociais, que Flávio Dino quer transformar a clínica em um hospital de referência em traumas ortopédicos.

– O problema é que a clínica alugada, nunca terá condições para ser uma unidade de referência para os casos de alta complexidade porque não dispõe de estrutura física, infraestrutura, número de leitos, equipamentos como ressonância magnética, tomografia computadorizada e outros necessários ao atendimento exigido nessa área – ponderou a parlamentar.

A deputada vai fazer denúncia formal para que a Assembleia Legislativa e o Ministério Público investiguem este contrato…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Marcos , Verifique o contrato comercial da clinica uma das sócias é uma Juiza . Como pode magistrada ser sócia de clinica . O pessoal aqui da secretaria de Saúde sabem de tudo . Vem muita merda por aí .

  2. Tem gente grande na secretaria de saúde . Envolvida nesse contrato . A Deputada Andreia deveria ir a fundo . Sem contar que essa clinica só tem 20 leitos não 60 como informado .

  3. Ao mesmo tempo que o governo de Flávio Dino gasta fábulas de dinheiro com os aluguéis já apelidados pelo povo de “aluguéis camaradas”, pois são generosos e servem para cooptar autoridades, lideranças empresariais, apaniguados etc. Ele empreende e divulga vergonhosamente suas poucas ações, enquanto governo, como entregas de 2 motocicletas, entrega de inexpressivos equipamentos de combate a doenças, kits de irrigação, entrega de ambulâncias, inaugurações de lombadas, caiação de muros de escolas, entrega de insignificantes fardamentos escolar etc. Muitos dizem que o desgaste do governo seria menor se ele não os divulgasse e tudo passasse despercebido, “mas Flávio é teimoso e quer mostrar que está trabalhando!”

  4. ISSO É TÃO GRAVE QUANTO REALIZAR PAGAMENTOS DE UM CONTRATO QUALQUER SEM O SERVIÇO SER EFETIVAMENTE REALIZADO.

    ESSE SECRETÁRIO DE SAÚDE TEM MUITO O QUE EXPLICAR. IMAGINEMOS O QUANTO DE CONTRATOS DESSE TIPO NÃO DEVE ESTAR CORRENTO NESTE ESTADO.

  5. Quem são os donos? Não seria o caso das promotorias da Probidade Administrativa e do Patrimônio Público reaver os R$ 900.000,00 de dinheiro publico que está sendo desperdiçado por esse governo comunista irresponsável e responsabilizar os culpados?

Deixe uma resposta para Servidor Saúde Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *