0

Semurh garante licitação para derrubada do “Balança, mas não cai”…

Secretaria diz que imóvel está desocupado e as famílias que residiam no local assistidas pela prefeitura, 12 das quais já assinaram contrato de moradia permanente

 

Desocupado, Balança, mas não cai deve ser derrubado em breve…

A Secretaria Municipal de Urbanismo está em fase final de conclusão do processo licitatório para contratação da empresa responsável pela demolição do prédio “Balança, mas não cai”, no São Francisco.

– Em relação a demolição do referido prédio, as vistorias e orçamentos necessários pra subsidiar o processo de contratação de empresa especializada  já foram realizados e encaminhados para a instrução  de processo licitatório, o que irá acontecer dentro dos tramites legais – diz nota encaminhada pela Semurh.

O prédio foi desocupado pela prefeitura no início de junho, as famílias removidas e assistidas desde então pelo poder público. (Releia aqui)

Ainda de acordo com o documento da Semurh, as famílias estão sendo encaminhadas para busca de moradias permanentes.

– Das 40 famílias remanejadas, todas estão recebendo o devido atendimento social, sendo que: 12 famílias já assinaram contrato de moradia permanente; 08 famílias aguardam para assinatura de contrato; e as demais estão em fase de regularização de documentação pessoal necessárias para inclusão na política habitacional – afirma.

A prefeitura garante também que tem feito vistorias permanentes no prédio, para evitar a reocupação e cuidar da demolição.

– Mais uma vez, nesta sexta-feira, 18, uma equipe do órgão esteve no local e não foi encontrado nenhuma pessoa ocupando a área – afirmou o documento.

Abaixo, a íntegra da nota da Semurh:

Nota

A Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação informa que por meio da Blitz Urbana tem realizado periodicamente vistorias no prédio notoriamente conhecido como “Balança, mas não cai” para impedir que este seja reocupado irregularmente. Mais uma vez, nesta sexta-feira, 18, uma equipe do órgão esteve no local e não foi encontrado nenhuma pessoa ocupando a área.

Das 40 famílias remanejadas, todas estão recebendo o devido atendimento social, sendo que: 12 famílias já assinaram contrato de moradia permanente; 08 famílias aguardam para assinatura de contrato; e as demais estão em fase de regularização de documentação pessoal necessárias para inclusão na política habitacional.

Em relação a demolição do referido prédio, as vistorias e orçamentos necessários pra subsidiar o processo de contratação de empresa especializada  já foram realizados e encaminhados para a instrução  de processo licitatório, o que irá acontecer dentro dos tramites legais.

Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *