0

Fábio Braga volta a cobrar benefícios para São Bernardo…

Fábio Braga cobrou recuperação de estradas na região de São Bernardo

O deputado Fábio Braga (SD) foi à tribuna da Assembleia Legislativa para relatar que “voltando à região do Baixo Parnaíba, precisamente a cidade de São Bernardo, se reuniu com diversas lideranças locais, vereadores, ex-presidentes da Câmara, os ex-prefeitos Coraninho e Coriolano Almeida; e o principal tema do encontro, foi a falta de infraestrutura viária da região, que, na visão de todos, está atrapalhando bastante o seu desenvolvimento”.

– Em São Bernardo, desde o ano passado as lideranças me pediam pelo Programa Mais Asfalto para as principais vias urbanas da cidade e eu fiz pressão junto ao secretário Clayton Noleto para que esse asfalto chegasse antes do festejo de São Bernardo, encerrado em 20 de agosto, não tendo sido possível, em razão da grande demanda já contratada em outras regiões. Mas o programa chegará ainda este mês – explicou o deputado citando promessa de Noleto.

Ao final da sua fala, o parlamentar disse que reforçaria o pedido já feito ao governo do estado, para pavimentação de alguns quilômetros que faltam na ligação de São Bernardo a cidade piauiense de Luzilândia, abrindo boas perspectivas de negócios na região do Baixo Parnaíba, considerando que o governo do Piauí construiu a ponte que une os dois estados e a partir de Luzilândia asfaltou a parte que lhe competia, que é precisamente um trecho da BR-222.

– Uma estrada pavimentada aproxima os centros produtores dos consumidores, estimula a diversificação dos negócios, valoriza as terras por onde passa, barateia os produtos ou serviços que circulam na área e facilita o intercambio sociocultural, ajudando no desenvolvimento de uma região, fatores que explicam a persistência das lideranças de São Bernardo, no asfaltamento daquele pequeno trecho que interliga a cidade até o estado do Piauí, asfalto, inclusive, que já foi pedido por mim, alguns meses atrás, e que voltarei a cobrar ao secretário Noleto – finalizou.

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *