2

Eduardo Braide denuncia perseguição de Flávio Dino à associação de delegados…

Comunistas se irritam com as posições independentes da Adepol e decidem despejar a entidade de sua sede, no Centro de São Luís, num gesto autoritário e revanchista. “Atitude muito pequena”, define o deputado

 

DESPEJADOS. Delegados apontam em faixa, o responsável pela perseguição à Adepol: Jefferson Portela

 

O deputado Eduardo Braide lamentou, na sessão desta segunda-feira, 2, a decisão do Governo do Estado de pedir a devolução da sede da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Maranhão (Adepol).

– Sem nenhuma necessidade, por conta de posições autônomas e independentes que a entidade vem tomando em relação a determinadas situações, como não havia outra forma de retaliação, o Governo do Estado achou por bem retirar a sede da associação dos delegados. Há mais de 27 anos a sede da Adepol estava ali na Rua da Palma, Centro de São Luís – criticou o parlamentar.

COISA PEQUENA. Eduardo Braide criticou a atitude de represália do governo comunista

Em, nota, a Adepol repudiou a atitude do governo e do secretário de Segurança, Jefferson Portela. E a entidade deve continuar a cobrar do governo ações mais efetivas em favor do sistema de segurança no Maranhão.

– Eles podem até ter retirado a sede da categoria, mas não retirarão a palavra dos delegados e a vontade de lutar por melhorias. Espero que o governo reveja essa decisão – pregou Braide.

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Querem se aproveitar de um prédio Público???? Flávio Dino ganha mais um ponto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *