2

Othelino critica decisão da Câmara a favor de Michel Temer…

 

Othelino destacou atuação dos colegas Rubens Júnior e Weverton Rocha, mas criticou a maioria da Câmara Federal

O deputado Othelino Neto (PCdoB) avaliou que a Câmara Federal virou as cotas para o povo brasileiro ao impedir a investigação contra o presidente Michel Temer (PMDB).

“Se autorizasse a ação penal, a Câmara apenas permitiria ao Supremo Tribunal Federal (STF) que desse andamento ao processo criminal proposto pelo Ministério Público. Ao final, poderia o presidente da República ser condenado ou absolvido, mas o parlamento, num momento, repito e enfatizo, triste da sua história, resolveu, mais uma vez, negar autorização para que o presidente da República fosse processado, a mesma Casa que afastou a presidente da República, Dilma Rousseff. Independente daqueles que simpatizam mais do que antipatizam ou simpatizam menos, ela foi penalizada sob acusação de ter cometido pedaladas fiscais”, lamentou Othelino.

Da tribuna, Othelino questionou a que preço a Câmara dos Deputados negou a autorização para processar o presidente da República.

“A preço de favores aos ruralistas que cometeram ilícitos ambientais e agora tiveram as suas multas perdoadas. Ao preço de permitir que trabalhadores sejam escravizados e impedir que a fiscalização chegue e possa ter atitudes rápidas para resgatar os trabalhadores. A preço que custarão milhões aos brasileiros em detrimento do Sistema de Saúde Pública, em detrimento de ações que, efetivamente, os brasileiros estão esperando”, afirmou o deputado.

Vice-presidente da Assembleia Legislativa Othelino ressaltou que 253 deputados federais tiraram do Brasil a possibilidade de virar essa página triste da história.

“Ainda bem que a população está atenta para saber reconhecer quem ficou do lado do Brasil e contra o país apenas para proteger interesses políticos imediatos com vistas às eleições do ano que vem”, frisou.

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Esse deputado capacho do governador deveria condenar também as atitudes de seu pai Flávio Dino, que além de não pagar os funcionários das terceirizadas do setor da saúde ainda os deixam sem receber seu dissídio que foi acertado deste fevereiro e até momento não fez o repasse p os trabalhadores.
    Em especial pessoal do instituto ACQUA.
    Descaso total c os trabalhadores nobre deputado tenha vergonha

  2. Rapá! Esse oportunista inútil só serve mesmo pra menino de recado do governador.

    Uma vergonha.]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *