4

Qual o futuro de Rosângela Curado?!?

De volta pra casa, após ser libertada pelo desembargador Ney Bello, ex-auxiliar do governador Flávio Dino presa na operação Pegadores tinha projeto de disputar as eleições de 2018

 

Curado contará agora unicamente com a leniência de Flávio Dino

A ex-secretária de Saúde de Coelho Neto, ex-candidata a prefeita de Imperatriz, ex-secretária adjunta do governo Flávio Dino e ex-deputada federal Rosângela Curado (PDT) está de volta às ruas.

Presa na operação Pegadores, da Polícia Federal, acusada de ser uma das cabeças do esquema de corrupção que desviou R$ 18 milhões dos cofres públicos no governo comunista, Curado foi solta na noite quarta-feira, 22, por decisão do desembargador federal Ney Bello.

Ao decidir pela liberdade da auxiliar de Flávio Dino, o desembargador – que também é maranhense – criticou o “desnecessário espetáculo das prisões”.

De volta pra casa, a pedetista tem agora menos de um ano para convencer o eleitor de que não é uma das cabeças do esquema de corrupção no governo comunista de Flávio Dino.

Vai conseguir?!?

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Todo mundo sabe, que Rosana Curado não é uma Roseana Sarney, certo, enquanto uma desviou um mísero $18 milhões é Ricardo Murad cunhado de Roseana Sarney, desviou $1,2 bi, para os dois, olha a diferença!!,. A pergunta mais fácil de responder é o que os tres vão fazer com o dinheiro que roubaram?, vão gastar claro, 5 dias de cadeia não e nada, um ladrão de galinha passa mais tempo. O crime compensa por essas banda do lado de cá.

  2. Tem razão o Desembargado, virou lugar comum a prisão de pessoas apenas por ser suspeita de ter cometido crime.
    A espetaculização de prisões de pessoas sob suspeita é algo que receber de todos o repúdio, pois, esse tipo de ação destrói a reputação e a honra das pessoas.
    Defendo a punição exemplar de todos os que declaradamente e comprovadamente usam da função que exerce para levar vantagem, favorecer apaniguados, …, mas, que isto seja feito com zelo e respeito pela dignidade das pessoas.
    Há poucos dias uma dessas pessoas acusadas que sofreu com a espetaculização não suportou a humilha pública que sofreu e deu cabo da própria vida.
    Tem um dito popular que nos ensina: “o problemas do desonesto é achar que todo mundo age como ele”.

  3. Sem futuro político não está só ela como também todos os outros cabeças dessa ORCRIM como secretários e deputados e talvez e até o governador Flávio Dino, visto que esse governo vai continuar sangrando até as eleições, não tem como contornar esse monumental escândalo.

    Alguém vai ter que falar a verdade pra tentar se safar..

  4. “desnecessário espetáculo das prisões”? Então, quer dizer que a Polícia Federal não tem credibilidade? Fala sério!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *