19

Pistolagem: a irresponsabilidade do governo Flávio Dino…

Ao jogar na família de Nenzin a suspeita pelo assassinato do ex-prefeito, o secretário de Segurança Jefferson Portela tenta eximir-se de uma obrigação que é sua: a de combater o crime organizado no Maranhão

 

Dino e Portela: qualquer que seja a vertente do crime, a responsabilidade é do governo, tanto para a prevenção quanto para elucidação

Foi irresponsável a declaração do secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, a blogs controlados pelo Palácio dos Leões.

Ao visitar Barra do Corda, após execução do ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin, o auxiliar comunista de Flávio Dino (PCdoB) jogou suspeita à família do próprio ex-prefeito.

Para Portela, “é muito estranho” para ser crime de pistolagem. (Leia aqui)

A menos que o auxiliar comunista de Flávio Dino para a área de segurança tenha elementos para afirmar o que afirmou – e, nesse caso, deveria ter tomado providências para além do blablablá – a declaração, além de irresponsável, parece dada para eximir o governo Flávio Dino da responsabilidade pelos crimes de pistolagem no Maranhão.

Foram 12 nos últimos 36 meses, período em que o PCdoB controla o governo. (Releia aqui)

Pistolagem, crimes políticos e crime organizado se combate com serviços de inteligência; caberia ao governo comunista saber e acompanhar a movimentação de pistoleiros e bandidos no interior.

Se não tem inteligência, a Segurança Pública não funciona.

E não é jogando a culpa nos filhos pela morte do pai que Flávio Dino e seus auxiliares se livrarão das cobranças por um Maranhão mais seguro.

É simples assim…

Marco Aurélio D'Eça

19 Comments

  1. Pelo visto caro escriba,o Secretário estaca correto quando disse que familiares estavam envolvidos diretamente no crime do Sr.Nenzinho.E agora?

  2. Pistolagem? Ou crime em familia? O unico irresponsável aqui é você, seu pau mandado. Cadê a sua hombridade em reconhecer que o secretário de segurança estava certo desde o início? Será que não passou pela sua cabeça que era muito estranho o filho do Nenzim não ter sido vítima do teu “pistoleiro”?

  3. Meu caro blogueiro, você por ser sarneysta condena precocemente o depoimento do secretário, foi o filho quem assassinou o pai sim, e o secretário já não tinha dúvidas. Só falou porque sabia da verdade. O problema na nossa região relacionado a pistolagem não é de hoje, seu Sarney não deu jeito na situação e nem o comunista dará. Se fosse você eu tiraria esta publicação do ar pois mostra sua pouca credibilidade nas informações. PAZ.

  4. Vixe!!!!!!!!!!! Na pressa de atingir o governo esqueceram de averiguar as veracidades dos fatos e agora? que não tem credibilidade o Secretario (governo) o os jornalista da “viuva’ oligarquia??

  5. Seu amigo blogueiro foi morto com características de pistolagem , no governo Roseana , por que ela não fez nada para evitar a morte dele? Então Roseana e a responsável pela morte do tem colega de profissão? Reportagem idiota essa sua babaca

  6. Toma idiota , vc deveria pedir desculpas ao secretário por fazer uma reportagem tao idiota e agora morder sua língua.

  7. E agora Marco, o que você diz da prisão do filho? Aja com imparcialidade rapaz!!!!

  8. O secretário tava certo , foi o próprio filho do nenzim que foi o mandante. Se retrate agora blogueiro fraco …simples assim

  9. Diz alguma coisa ai sobre o caso blogueiro. Tu é muito cara limpa rapa

  10. Já foi elucidado o caso e o único blog que não fez um POST sobre o caso foi o seu! Pq será???? Kkkkkk

  11. Eta blogueiro tendencioso. Apaga logo esse POST. Jeferson Portella é um dos melhores investigadores do país. Coloca a cara cueca de Sarney… Kkkkk

  12. E agora,onde tu vai colocar a cara? O filho já confessou o assassinato do pai.

  13. Rapaz, a notícia mais recente é que o filho já confessou. Deixa a politicagem de mão e cheque a notícia correta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *