2

Carlos Brandão e os sem identidade…

Movimento de saída do PSDB para acompanhar o vice-governador na sua nova aventura partidária revela quem são os tucanos sem relação histórica ou ideológica com a legenda

 

Brandão com Luis Fernando no PRP; sem identidade

O movimento do vice-governador Carlos Brandão – que, expurgado do PSDB, foi buscar abrigo no PRB, partido do deputado federal Cleber Verde – revelou também a falta de identidade ideológico-partidária de alguns políticos tidos como lideranças.

Um exemplo é o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva.

Em sua trajetória política, que começou em 2004, Luis Fernando já esteve em tantos partidos quanto grupos dos quais se declarou membro histórico.

O prefeito de São José de Ribamar já foi do DEM, do PRP, do PMDB, ensaiou filiação ao PSB e agora deve seguir o mesmo rumo de Brandão, seu mais novo aliado de infância.

Na mesma proporção em que trocou de partido, Luis Fernando navegou pelos principais grupos políticos do Maranhão, sem nunca se envolver emocionante com nenhum.

Foi ligado ao ex-governador Luiz Rocha, flertou com João Castelo, esteve com Epitácio Cafeteira, passou anos no grupo Sarney e hoje se vincula a Flávio Dino, a quem proferia palavras impublicáveis até 2014.

Assim como Brandão e Luis Fernando, deve deixar o PSDB outro político sem identidade partidária: o suplente de deputado estadual Marcos Caldas, que também já navegou por tantas legendas que parece incapaz de citar uma a uma.

Outros políticos devem deixar o PSDB com a mudança de comando na sigla. Mas todos tomarão esta atitude por questões políticas, mesmo mantendo a identidade ideológica com a legenda.

Muitos, inclusive, só estiveram filiados no ninho tucano, a exemplo do deputado estadual Neto Evangelista.

Talvez por isso, ao contrário dos colegas, Neto ainda estuda antes de tomar uma decisão.

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaanhão

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Esse teu recalque com Luis Fernando é que te mata! Se não fosse movido pelo recalque, pelo menos apuraria pra onde Luis Fernando vai. Pelo que falou lá no jantar, ele tá na mesma vibe do Neto Evangelista: tá avaliando ainda se vai sair e pra onde vai. Mas como é só o Neto que te paga, a versão para Luis Fernando é outra.

  2. Os principais políticos do Maranhão são fieis ao partido do governo. Quem quer que seja o governador. e o povo aprova essa pratica, pois sempre os reelegem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *