0

Os “pitis” de Flávio Dino em plena BR-135…

Autoritário e arrogante, comunista chegou a ameaçar prender a cerimonialista do Ministério dos Transportes e influenciou até a primeira-dama a tentar se dar bem como o famoso “sabe com quem está falando?”

 

DINODORICO. Como o personagem do Bem Amado, Dino também adora um dedo em riste

Foi uma patacoada digna das festas políticas do sertão brasileiro da década de 50 a participação do governador Flávio Dino (PCdoB0 et caterva na entrega da duplicação da BR-135, nesta quinta-feira, 11.

O comunista parecia descontrolado com a impossibilidade de faturar com a obra, do Governo Federal, e fez de tudo para protagonizar o evento.

Sabe-se lá com que argumento, Flávio Dino queria ser o último orador – mesmo não tendo nada a ver com a obra – e forçou a chefe do cerimonial a mudar o script da cerimônia.

Como não conseguiu ameaçou chamar a polícia para prender a moça.

VEXAME. Comunista passou vexame ao ser chamado de “mentiroso” por João Alberto

O autoritarismo comunista – típico do caricato personagem Odorico Paraguaçu, do Bem Amado – constrangeu até seu próprio cerimonial, que entende as regras do setor.

A atitude de Flávio Dino parece ter influenciado a primeira-dama Daniele Lima,.

Enquanto o marido governador forçava a barra para ser o último a discursar, Daniele pressionava a chefe do cerimonial do Governo Federal para permanecer em área restrita a autoridades.

– Você sabe com quem está falando? – chegou a esbravejar em dado momento.

A responsável pela organização do evento apenas deu de ombros para a arrogância da mulher do governador…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *