13

Golpe contra Lula caminha para o STF…

Suprema Corte brasileira pode transformar o ex-presidente em um condenado sem prisão, assim como o Senado Federal transformou a ex-presidente Dilma em uma cassada sem perda dos direitos políticos

 

Julgadores de Lula em segunda instância; circo chegará à Suprema Corte

O julgamento do ex-presidente Lula segue dentro dos prognósticos estabelecidos pelos operadores do golpe político no Brasil: com a confirmação da condenação do petista.

Mas o objetivo dos envolvidos no golpe – setores do Judiciário e da imprensa, mercado e grande capital paulista – não é a prisão do ex-presidente, mas apenas tirar dele o direito de ser candidato em outubro.

O golpe contra Lula segue o mesmo script do golpe de 2016, contra a então presidente Dilma Rousseff (PT).

Dilma é a primeira política do Brasil a ser cassada sem que seus direitos políticos tenham sido suspensos, uma aberração jurídica que reforça a ideia de golpe no país.

É pouco provável que, mesmo condenado por 3×0 no TRF-4,  Lula fique na cadeia – ou mesmo com a pena aumentada.

Para isso, já está em curso um novo capítulo do golpe.

Em 2016, o Supremo Tribunal Federal decidiu que os condenados em segunda instância – caso de Lula agora, deveriam ir to para a cadeia, mesmo que recorra da sentença.

À época, o resultado foi 6X5 no STF, o que obriga uma revisão do julgamento.

Ocorre que, agora, o próprio ministro Gilmar Mendes já admite rever o seu posicionamento, votando contra a prisão em segunda instância.

E como Lula deve recorrer às instâncias superiores contra a decisão do TRF-4, o STF terá que rever a questão da prisão em segunda instância.

Ou seja, Lula será o primeiro condenado a permanecer fora da prisão.

Mas isso pouco importa ao golpistas; importa apenas que Lula não seja candidato

E para isso, contam com o rebanho de alienados nas ruas.

É sempre assim…

Marco Aurélio D'Eça

13 Comments

  1. Marco D´eça por diversas vezes discordamos, mas quero parabeniza-lo pela análise precisa que fez, esse é o roteiro do golpe, que está em curso no Brasil desde a queda da ex-presidente Dilma. Ressaltou muito bem, eles contam com um rebanho de alienados nas ruas, que pra mim são um bando de abominações cognitivas.

  2. Alienado és tu, que além de escrever bobagem sobre bobagem, defende um partido que institucionalizou a corrupção nesse país.
    Não que outros partidos como PSDB, PMDB não sejam igualmente sujos, mas é hora de dar um basta nesse Brasil, inclusive em relação a blogueiros que vivem de extorsão a políticos e empresários. Bolsonaro no cangote de vocês.

  3. Acho que o goleiro Bruno e o casal Nardone seriam inocentados pelos petistas por falta de prova.

  4. RESUMO DAS PROVAS:
    Depoimento de Leo Pinheiro, ex-presidente da OAS e réu no processo;
    Depoimento de Agenor Franklin Magalhães Medeiros, diretor da área de Óleo e Gás da Construtora OAS e réu no processo;
    Mensagens de celular de Leo Pinheiro se referindo ao projeto do “chefe” e da “madame”, que seriam Lula e sua esposa Marisa Letícia;
    Testemunhos de funcionários da OAS, de empresas contratadas para a reforma do triplex e de funcionário do edifício Solaris sobre as obras e visitas de Lula e Marisa ao imóvel;
    Documentos rasurados sobre imóvel no condomínio em Guarujá encontrados na casa de Lula e na Bancoop;
    Para Gebran, há provas “acima de dúvida razoável” de que o apartamento triplex “estava destinado a Lula como vantagem”;
    O desembargador citou ainda depoimentos de delatores da Lava Jato – como Alberto Yousseff, Nestor Cerveró e Paulo Roberto Costa – que confirmavam informações de Leo Pinheiro sobre o esquema de corrupção na Petrobras;
    Gebran afirmou que Lula tinha conhecimento do que ocorria, era “garantidor de um esquema maior”, “agia nos bastidores” e que influenciava nomeações da Petrobras;
    Gebran citou votos do julgamento do mensalão ao recusar alegação da defesa de que não houve ato de ofício de Lula;
    Gebran recusou apelação da defesa de que a 13ª Vara da Justiça Federal, do juiz Sérgio Moro, não teria competência para analisar o caso.

  5. Marco D’eça, fico triste de ver um homem inteligente com vc falar em “GOLPE”.
    Foi impechment, com provas aos montes , tudo seguindo a lei e com um ministro do STF sentado na mesa do congresso.
    Se o Brasil não tivesse tirado DILMA, o país teria se quebrado em vários pedaços no final de 2016 com disse Armirio Fraga.

  6. Caro Marco, veja com se tem visão diferente do mundo e das coisas. O impeachment de Dilma jamais pode ser golpe ou estamos tendo definições distintas para o que se chama de “golpe”. O deslize administrativo foi cometido, o rito previsto pata o julgamento também o foi. A isso denomino democracia. O fato Lula. Nem os petistas mais empedernidos acreditam na inocência do Lula, inclusive a sua defesa se estriba em argumentos processuais, sonhando e preparando arguições para nulidade. Todos nós sabemos que Lula foi entre tantas coisas um larápio, chefiando uma organização criminosa. A condenação em duas instâncias não é o problema maior do nonodáctilo, o problema maior é que ele tem mais seis julgamentos e cada um mais consistente que os outros. Abraços Marcão

  7. Alienados são os que endeusam Lula!!! Jesus Cristo é único! !!

  8. Claro, tudo uma grande conspiração do Trump, da Globo, do Flávio Dino, do PSDB… Acorda, Pollyanna.

  9. Deve ser um pobre coitado mesmo.
    A justiça deve ser golpista mesmo.
    Nada do que se fala é verdadeiro! Tudo mentira.
    Vai procurar o que fazer, meu chapa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *