2

Flávio Dino usa religiosos para manipular Polícia Militar e Corpo de Bombeiros…

Num escândalo sem precedentes, comunista aparelha forças policiais maranhenses promovendo os representantes de igrejas – pulando até quatro patentes e com uma inconstitucional troca de corporação

 

Flávio Dino e Jefferson Portela entre o “batalhão” de capelães da PM e dos Bombeiros; aparelhamento covarde

O governador Flávio Dino (PCdoB) chegou ao limite do aparelhamento e da manipulação das forças policiais do Maranhão ao tentar agradar as igrejas religiosas de São Luís.

Em seu ato criminoso, o comunista não apenas promoveu ao posto de coronel capelão um tenente que precisava passar por outras três patentes, como ainda mudou sua corporação.

O capelão Raimundo Gomes Meireles era 1º Tenente da Polícia Militar, quando foi exonerado em 19 de janeiro por Flávio Dino.

No mesmo dia, o mesmo Raimundo Gomes Meireles aparece no Diário Oficial do Estado com o posto de Coronel, não mais da PM, mas do Corpo de Bombeiros Militar.

O ato de nomeação do capelão Raimundo Meireles: num mesmo dia, quatro patentes a mais

Os cargos de capelão militar viraram moeda de troca no governo Flávio Dino depois que os líderes das fisiológicas igrejas evangélicas e católicas descobriram que poderiam usar seus currais eleitorais para ganhar cargos públicos na estrutura do estado.

Covardia comunista que agride as próprias corporações, obrigadas a treinamento e rotinas estafantes que os indicados das igrejas simplesmente ignoram.

Este blog, inclusive, tem denunciado a prática, que viola os princípios constitucionais. (Releia aqui)

O deputado Wellington do Curso (PP) tem encampado a luta e denunciado os crimes de Flávio Dino com a polícia e os bombeiros.

– Os militares relatam este ato imoral de Flávio Dino e nós comprovamos essa informação, inclusive publicada no Diário Oficial. E o respeito aos militares de carreira, que dedicam anos e anos de sua vida em busca de uma promoção? – questionou Wellington.

Mas o Ministério Público, de olhos fechados, faz de conta que não vê o absurdo, diante de uma Justiça calada..

E o contribuinte paga mais essa conta comunista…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Estamos em uma fase em que “Manda quem pode obedece quem tem juízo” lamentável . ..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *