12

Suposta “oligarquia” só tem 20 anos de mandatos no Maranhão…

Levantamento histórico mostra que, nos últimos 50 anos, o estado esteve durante 30 anos sob o comando da chamada oposição ao sarneysismo

 

QUE OLIGARQUIA?!? Sarney ao tomar posse no Maranhão, em 1966; retorno ao poder demorou mais de 20 anos…

O governador Flávio Dino (PCdoB) iniciou este ano mais uma tentativa de fazer colar no imaginário popular maranhense uma farsa histórica: a de que o Maranhão está há mais de 50 anos sob o comando de uma tal “oligarquia Sarney”.

Trata-se de uma mentira usada por todos os outros oposicionistas ao longo da história, que se desculpavam do fracasso com esta argumentação.

A verdade é que, nos últimos 50 anos, o grupo Sarney teve, efetivamente, quatro governadores, num total de 21 anos de mandatos no estado.

Todos os demais, de Pedro Neiva de Santana, a partir de 1970, até o próprio Flávio Dino, foram m ais de 30 anos de comando dos chamados “antisarneysistas”.

Pedro Neiva governou entre 1970 e 1973, com mandato totalmente desvinculado de José Sarney.  Em 1974 assumiu outro antisarneysista histórico, Nunes Freire, que governou até 1977. O sucessor de Freire, João Castelo (1978/1982) também foi antisarneysista.

Sarney até tentou voltar ao poder em 1982, com Luiz Rocha, mas este rompeu logo no início do mandato, que foi até 1986. Epitácio Cafeteira, outro adversário histórico de Sarney ficou no comando do Maranhão até 1990.

Leia também:

O projeto de 20 anos de Holandinha e Flávio Dino…

O antisarneysismo como atestado de boa conduta…

30 anos de oposição: o legado de Sarney…

 

DERRUBANDO A FARSA. Quadro mostra a divisão do poder nos últimos 50 anos, entre sarneysistas e os chamados antisarneysistas

Sarney só voltou a ter um aliado no Palácio dos Leões 20 anos depois de ter sido eleito, em 1991, quando Edison Lobão assumiu o governo, ficando até 1994.

Em 1995, assumiu Roseana Sarney, que ficou por oito anos, elegendo sucessor José Reinaldo Tavares, em 2002.

Tavares reiniciou o ciclo de antisarneysistas no poder por mais sete anos, ao eleger o pedetista Jackson Lago, cassado em 2007.

Roseana voltou ao poder em 2007 e ficou até 2014, quando o oposicionista Flávio Dino assumiu o mandato de governador.

Esta é a história política de poder no Maranhão.

Sem nenhum retoque…

Marco Aurélio D'Eça

12 Comments

  1. E os que romperam com o oligarca tiveram governo minado de verbas federais

  2. Vocês querem agora negar o tempo que subjugaram o MA, só pode. Contudo a história não vai deixar passar em branco, lembro a você que o que uma característica de uma oligarquia dentre outro é o uso do público em prol de poucos e do privado, algo nítido entre os seus chefes, o uso da máquina pública para benefícios de empresas suas. Enfim a memória já fez a sua parte e já registou o que essa oligarquia moribunda fez contra o MA e a sua gente. Digo o que a maioria absoluta do povo do MA diz: Oligarquia Nunca Mais.

  3. É livre ou não é livre, o direito de se expressar livremente no seu blog????

  4. Favor, poste os meus comentários que faço sobre o tema das suas postagens!!!!!!!!

  5. ESSES comunistas NÃO SABEM NEM O SIGNIFICADO DE OLIGARQUIA! PARABENS PELO ARTIGO!!!

  6. Mais se são ou foram 50 anos ou se são ou foram 20 anos de desmandos dessa dita e maldita Oligarquia Sarney, isso não faz muita diferença ou que se estabeleça uma meia culpa de quem comandou todos os seus males feitos intencionalmente contra um povo sofrido e injustiçado que é o maranhense. O mais importante de tudo isso, é que o povo tome a nobre consciência de que todos os lideres dessa famigerada Oligarquia não mais tenham vez e nem oportunidades de continuarem ou de retornarem ao poder, já nao mais votando nesses malfeitores nas proximas eleições.

  7. O que sempre falei para as pessoas que não existia oligarquia de 50 anos, está vindo a tona, até que fim colocararam a realidades sobre esse assunto. parabéns pela matéria

  8. Bom dia Marco Aurélio
    Sua.analise está um pouco falha ao listar João Castelo e Luiz Rocha como adversários de José Sarney quando ainda estavam no.mandato, senão vejamos:
    João Castelo foi aliado a José Sarney até o fim de seu mandato quando teve um desentendimento com Sarney, pois o mesmo não queria Luiz Rocha como governador e para aceitar apoiar Luiz Rocha impôs o nome do seu primo João Rodolfo para vice, tornando-se adversário de Sarney somente durante o mandato de Luiz Rocha.
    Luiz Rocha seguiu com Sarney até o fim de seu mandato inclusive deixou de se candidatar ao senado para não deixar o cargo e seu vice João Rodolfo assumir. Fez isso a pedido de Sarney, sendo aí Luiz Rocha nunca deixou de ser aliado de Sarney e sim seis filhos.

  9. Falar em 50 anos de oligarquia e Sarney teve que se candidatar a senador pelo Amapá! Não obteve a legenda para ae candidatar pelo Maranhao! Entao, como pode ser 50 anos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *