0

De como Roberto Rocha fecha as portas para José Reinaldo no PSDB…

Embora com discurso público de abertura, senador não quer o ex-governador na legenda por que trabalha para ter a hegemonia do palanque tucano na disputa presidencial no Maranhão

 

JOGO DUPLO. Com veto a José Reinaldo, Rocha destrói parte da oposição a Flávio Dino, mas mantém o discurso de que é adversário do comunista

Houve quem dissesse que o senador Roberto Rocha já tinha dado espaço para o ex-governador José Reinaldo Tavares (sem partido) no PSDB.

Tavares, como se sabe, está em busca de uma legenda para viabilizar sua candidatura a senador.

Mas Rocha, na verdade, opera para impedir a entrada do ex-governador no ninho tucano; como candidato a governador, ele pretende ser hegemônico no palanque presidencial do PSDB no Maranhão.

Palanque, inclusive, que pode chegar ao segundo turno, o que daria mais peso pessoal ao senador.

Segundo apurou o blog, Rocha articulou pessoalmente com o senador Tasso Jereissati (CE) a imposição de dificuldades a Tavares, de quem é desafeto há pelo menos quatro eleições.

Com o veto a José Reinaldo, Rocha inviabiliza também o projeto do deputado Eduardo Braide (PMN), que ainda sonha com uma candidatura a governador.

Aliás, antes de tentar abrigo no PSDB, Tavares defendeu a saída de Rocha da disputa, em favor de Braide.

Em outras palavras, com o gesto de vingança ao ex-governador, o senador tucano mata dois dois adversários do governador Flávio Dino (PCdoB) com uma única ação.

Beneficiando diretamente quem? o próprio Flávio Dino.

Roberto Rocha, portanto, estaria fazendo o jogo do próprio Dino nestas eleições, como também já cogitam lideranças de Brasília.

Mas esta é uma outra história…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *