3

A covardia de Flávio Dino…

Sempre que acossado em seus malfeitos pelo deputado Wellington do Curso, governador comunista insinua ligação do parlamentar com criminosos, numa cretinice digna dos totalitários

 

As truculentas blitzen da CPRV do governo Flávio Dino; isso é criminalidade

A agressão covarde do governador Flávio Dino (PCdoB) contra o deputado estadual Wellington do Curso (PP) é uma agressão não apenas ao parlamentar, mas a toda a sociedade maranhense.

Wellington tem travado uma cruzada contra o autoritarismo e a truculência do batalhão de polícia rodoviária, criado por Flávio Dino para aumentar a arrecadação de IPVA e fazer caixa para gastar com o aparelhamento do estado.

Sem argumentos para defender a truculência de seu batalhão, o governador apela para a covardia.

– Muito empenho de alguns políticos em combater ações policiais sérias no Maranhão que estão reduzindo a criminalidade. Fico preocupado se não estão a serviço de facções criminosas. Infelizmente este tipo de infiltração acontece no Brasil – disse o covarde Flávio Dino, em suas redes sociais.

Mas não é a primeira vez que Dino e seus asseclas tentam criminalizar a atuação parlamentar combativa de Wellington do Curso.

Durante a campanha de 2016, o lugar-tenente do governador, secretário Márcio Jerry, também insinuou que Wellington estava a serviço de criminosos, quando o parlamentar apoiou movimento na praça Pedro II. (Saiba mais aqui)

Numa covardia digna dos regimes totalitários, como o implantado no Maranhão…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Esse wilinton é um irresponsável mesmo, quer se reeleger de qualquer forma inventando falácias contra o governo, não tem o mínimo de escrúpulos, por isso se lascou na campanha de prefeito.

  2. Esse deputado é um irresponsável. Pq não sai de seu gabinete e frequenta um serviço da Polícia Militar só por um dia. Dai vai ver se a PM, seja qual for o Batalhão ta atras de IPVA ou sei la o que. O serviço de segurança pública é serio.
    Vamos Deputado, convido vc a participar de uma operação e vera se o serviço é igual o sr fala.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *