14

O fator Lula e um país de preconceitos…

Com Brasil dividido entre o Sul Rico e o Nordeste empobrecido fruto das diferenças sociais que se tentou diminuir nos últimos, o pais que se pode ter é este, com Lula e preso e Bolsonaro quase presidente

 

Editorial

Há um preconceito arraigado no Brasil que perpassa, inclusive, pelo próprio dia dia das pessoas.

E atinge a todos.

O cara que mora na Cidade Operária se acha melhor que aquele da Vila Olímpica; o que chega à Cohab considera os da Operária miseráveis. Quem mora na Cohama pensa que é melhor que os do Cohatrac… e os do Calhau?!? Esses se dizem a elite de São Luís.

Mas São Luís, pra Salvador, é um nada.

E Salvador pra São Paulo?!? Estes se acham o Brasil que produz.

E é assim que segue o dia dia do brasileiro, com o Sul achando que sustenta o Nordeste; empresários achando que sustenta os empregados; funcionários públicos se dizendo melhor que o operário..

Foi esse preconceito arraigado no brasileiro que rachou o país durante o governo Lula.

Porque o patrão não vai querer seu filho na mesma escolha da filha do seu empregado. O paulista não vai querer ver o Nordeste rico e industrializado.

E o resultado é este Brasil hoje: de Lula preso e Bolsonaro quase-presidente.

E Viva o preconceito!

Viva as diferenças sociais!

Viva a elite quatrocentona!!!

Marco Aurélio D'Eça

14 Comments

  1. Os do Itaqui-Bacanga Marcos D’eça, como são considerados, será que eles se acham melhores dos que os do Coroado e melhores do que os da Cidade Operária? Até você rejeitou a maior população de São Luís, com mais de 350 mil habitantes. Então não podes falar da miséria que Lula, Dilma e PT fizeram no Brasil, as diferenças só aumentaram e os esquecimentos então, viraram o “deixa eles pra lá”.

  2. O Brasil é um só, e temos que aprender a valorixmzar o nosso povo. Não importa se branco ou preto. Pobre ou rico. Estudado ou analfabeto. Do Sul ou do Nordeste. Somos todos brasileiros. E temos irmãos em todas as partes do Brasil.

  3. “Foi esse preconceito arraigado no brasileiro que rachou o país durante o governo Lula.”

    Sério? O lulo-petismo não contribuiu nem um pouquinho com essa situação?

  4. Marcos,
    Parabéns pelo texto. Reflexão valiosa e o questionamento de Mohammed, suscita e engrandece o debate.

  5. Caro Marco, respeito suas ponderações, reconheço os avanços sociais obtidos nos oitos anos de governo do Lula, porém esses avanços nada mais eram que fumaça para encobrir as maracutaias e desmandos que hoje temos conhecimento. Tudo que era feito também em outras áreas eram o meio e o caminho para locupletação dele em especial, dos seus cúmplices políticos ou empresários. Bem, pelo que entendo ele não foi julgado pelo que ele realizou de bom em seu mandato e, sim por seus comprovados deslizes legais. Desvirtuar isso pode parecer alienação da realidade processual já julgada. Fiquei surpreso com esse seu post, já que o tenho como uma pessoa muito inteligente, você assim como eu não somos perfeitos. Por fim lembre que ainda existem cinco processos federais contra seu ídolo, ou seja, você vai gastar muita tinta com quem enveredou conscientemente pelo descaminho ético e moral.

  6. Se acham que Lula foi o melhor para os nordestinos, então porque ainda não acabou as diferenças que assolam os mais pobres aqui e em outros estados do nordeste. Há sei, é porque o povo do Lula saiu do governo, pois retiraram o PT do cenário. Então diga porque o Rio de Janeiro estar da forma como estar, O estado do Rio Grande do Sul da forma como estar, Minas Gerais e tantos outros estados do SUL/Sudeste. Agora digo que houve um presidente da república que era nordestino, precisamente maranhense e porque não idealizou projetos para o nordeste ? Há sei, porque não tinha força política. Isso mesmo é piada. Agora temos uma arma nas mãos e temos que usá-las de forma consciente, pois é, quando falamos de consciência é o problema, fazemos políticas de meu lado primeiro. O que falta no nordeste e principalmente no Maranhão é Educação e assim iremos sair dessa situação. BOM DIA

  7. O mais lamentável é ver nordestino votando em Bolsonaro. Não dá, como nordestino, para em um sujeito, cujos os maiores apoiadores, que Sul e Sudeste, têm menosprezo pelo Nordeste. É só ver os comentário proferidos por essa gente ao se referir ao nordestino. Lula com todos defeitos ainda é 1000 vezes melhor que Boçalnaro.

  8. Vamos deixar de ser chorões, e vamos admitir a realidade, apesar de ser nordestino, acho que o sulista tem sim razão em muitas coisas. A um, as grandes revoluções vieram e estão partindo de la; a dois, eles sustentam mesmo o nosso povo, embora sejamos o rico pobre por causa da nossa preguiça em trabalhar e estudar. É a mesmo coisa do ludovicensses em relação ao sul do Maranhão, parece até praga do Norte, mas acredito ser a mesma vertente.

    Não vamos inverter os valores, não podemos idolatrar a pobreza, pois temos sim, que amar a todos, inclusive aos mais pobres, porém, temos quenodiarve tentar minimizar a pobreza como institucuinalizacao política.

    Mas, caro DECA, com relação ao caso da prisao de Lula, concordo em quase tudo o que você aduz, tanto neste, como em outros postagens!

    Temo muito pela revolta e instabilidade que nos afincou, muito mais com a prisao do Lula. Acho sim, como opinião que Lula e centenas de políticos cometeram muitos crimes, muito mais grave que esse ínfimo Triplex, mas, indevido processo legal foi rasgado de alto a baixo.

  9. Essa diferença só vai acabar quando agente começar a valorizar aquilo que se tem. Quando o nordestino começar a investir em suas políticas próprias, vamos deixar de consumir produtos produzidos no estado de São Paulo e agregar riquezas naquilo que podemos produzir aqui. Não se trata de dividir o país e sim de se criar certa independência econômica que evite que nosso povo tenha que se submeter a trabalho escravo nos estados que nos tratam como os últimos.

  10. Marcos. Desculpe mas seu texto está cheio de imprecisões e ressentimentos.
    Só 10 ou 11 municípios do Brasil geram receita para sustentar os outros 5.250.
    São Paulo sozinho com sua indústria gera impostos que são transferidos pela União através dos fundos de participação municipal e estadual aos estados.
    Nenhum município do Nordeste gera mais que recebe da união.
    O Maranhão é um caso gravíssimo, nossos municípios a maioria deles são tão mal geridos que sequer estabeleceram e cobram impostos municipais como ISS.
    Esse papo de vitimização e preconceito só atinge quem se vê como coitadinho, quem estuda, empreende e vence tem espaço em qualquer lugar, até nos EUA.

    Resp.: E quem banca as indústrias de São Paulo? Os nordestinos. E porque eles bancam lá e não aqui? porque os capitães da indústria não permitem que haqja política de incentivos para investimentos industriais no Nordeste. Reclamam que sustentam nordestinos, mas mantêm a política excludente, que força o nordestinos ir pra lá. É simples assim. Muito simples.

    • Marcos.
      Permita discordar novamente, a economia do Nordeste corresponde a 14% do PIB do Brasil (dados de 2014), só perde para Região Norte com 5,5%. A população do Nordeste corresponde a 27,7% da população do Brasil. Muita gente para pouca riqueza.
      Desde 1954 se tentam políticas regionais para desenvolver o Nordeste, criada a SUDENE e o BNB como orgãos de estímulo e crédito exclusivo do nordeste, foram dois grandes fracassos.
      O fato é que apesar dos arroubos bairristas , o Nordeste é pobre porque produz pouca riqueza, tem muita gente e vive da mendicância federal.
      O nosso ressentimento nos aplaca a inveja do sucesso de São Paulo e do Sul, mas os dados não confirmam nossos arroubos.
      Não é simples não. È complexo e difícil solução.
      Aliás, vejo o amor do nordestino por Lula como um traço do nosso fracasso atávico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *