1

Na volta à Assembleia, Evangelista faz balanço de passagem pela Sedes…

 

Evangelista fez discurso de balanço na Assembleia

 

Em seu primeiro pronunciamento na Assembleia Legislativa, após passagem de pouco mais de três anos pela Secretaria de Desenvolvimento Social, o deputado Neto Evangelista (DEM) fez um balanço das ações desenvolvidas na pasta.

– Eu saí desta Casa, após quatro anos fazendo parte da bancada de oposição, e ingressei em um governo que rompia barreiras naquele momento. Um governo diferente, esperado com muita expectativa pelo Brasil inteiro. Hoje, retorno com a sensação de dever cumprido, mas sei que ainda há muito por fazer pelo Maranhão. Uma certeza eu tenho e posso dormir tranquilo todos os dias: fizemos tudo aquilo que estava ao nosso alcance, em prol do Maranhão – afirmou.

Parlamentar conversou sobre suas ações com o colega Fábio Macedo…

O parlamentar elencou programas que, na sua avaliação, elevaram o Maranhão a uma posição de reconhecimento nacional, a exemplo do avanço na Política de Segurança Alimentar e Nutricional, por meio da ampliação dos Restaurantes Populares, além da implantação da primeira Cozinha Comunitária Quilombola do país, no município de Alcântara.

– Lembro que, quando cheguei naquela secretaria, nós tínhamos seis restaurantes populares em todo o estado concentrados na Ilha de São Luís. Mas, hoje, eu saio daquela pasta deixando o Maranhão com 23 equipamentos de segurança alimentar, que têm a missão não apenas de fornecer refeição de qualidade, mas de garantir a segurança alimentar daquelas pessoas que precisam de orientação, além de oferecer cursos para as crianças sobre segurança alimentar – completou.

…E posou com os colegas governistas e oposicionistas em seu retorno à Assembleia

O deputado Neto Evangelista também destacou outros programas que mudaram a realidade da população maranhense, como o Bolsa Escola e o Mais Renda.

Ele também contou que sua última ação como secretário foi a entrega da reforma completa do Solar do Outono, que abriga idosos no Maranhão.

– Foi um dia marcante para mim, enquanto secretário de Desenvolvimento Social. Eu tive a certeza de que alguma coisa nós fizemos, porque eu via naqueles idosos, nas autoridades presentes, que defendem os idosos no Estado, a satisfação, a alegria e a certeza de que nossos idosos foram valorizados pelo Governo do Maranhão – assinalou.

 

Em aparte ao pronunciamento de Neto Evangelista, o deputado Edivaldo Holanda (PTC) elogiou a atuação do parlamentar como titular da Sedes e destacou que ele é a prova de que, na administração pública estadual e do país, a juventude ainda é a grande esperança.

– O seu trabalho foi acompanhado por todos nós com muita atenção, e eu me orgulho de estar neste Poder ao lado de Vossa Excelência, sabendo do seu preparo, sabendo que é um material pronto para ser usado pela população, quaisquer que seja o destino que Deus possa traçar e permitir que Vossa Excelência caminhe na direção dele – disse.

Já o deputado Rafael Leitoa (PDT) reforçou que não há dúvida de que o povo do Maranhão tem na imagem de Neto Evangelista um gestor probo, competente, mas, acima de tudo, dedicado.

– Em Timon, nós tivemos ações importantes da Sedes, como o Mais Renda, mais escolas, inauguração de CRAS. Obviamente não deu para contemplar todas as ações da secretaria, pois o estado é muito grande e as necessidades em outros municípios são maiores. No entanto, o que mais me deixa satisfeito é que Vossa Excelência ajuda milhares de maranhenses a terem pelo menos o que comer com os restaurantes populares. São mais de 20 mil refeições diárias todos os dias no Maranhão. Isso, com certeza, é o maior programa de segurança alimentar já feito em nosso estado – declarou.

O deputado Neto Evangelista agradeceu o reconhecimento dos colegas e ressaltou que a integração entre o Poder Executivo e o Poder Legislativo, sem dúvida, só tem a beneficiar a população maranhense.

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. O governo FD acredita que vai tirar o Maranhão dos ultimos lugares em qualidade de vida fazendo assistencialismo, dado almoço, dando bens as pessoas pobres.
    Oque tira alguém da pobreza é emprego, almoço gratís só cria dependência e nunca resolveu nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *