2

Caso Mariano vai ganhar investigação nacional…

Morte do médico que denunciou envolvimento do governo Flávio Dino em esquema de desvio de R$ 18 milhões deve ser acompanhado pela Polícia Federal, a pedido do senador Roberto Rocha

 

Roberto Rocha quer a entrada da Polícia Federal no caso da morte do médico que denunciou esquema de corrupção no governo Flávio Dino

O senador Roberto Rocha (PSDB) encaminhou ofício ao Ministério da Justiça, nesta sexta-feira, 13, pedindo que a Polícia Federal investigue a morte do médico Mariano de Castro, encontrado morto na noite desta quinta-feira, 12.

Mariano foi preso pela operação Pegadores, acusado de comandar um esquema de desvio da ordem de R$ 18 milhões da Secretaria de Saúde.

Nos últimos dias, veio à tona uma carta supostamente de autoria do médico, que aponta envolvimento do próprio governador Flávio Dino (PCdoB) e de alguns dos seus principais auxiliares com o esquema de corrupção.

Roberto Rocha lembra, inclusive, a existência desta cara, de 11 páginas, como mais um dos motivos para a investigação federal.

Mariano Castro foi encontrado morto em seu apartamento, em Teresina.

O caso está sendo investigado pela polícia do Piauí, estado comandado pelo petista Wellington Dias, aliado histórico do próprio Flávio Dino.

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Esse senador não cansa de passar vergonha. O ASA DE AVIÃO pede uma investigação federal no caso Mariano, citando uma lei que em nada tem relação com a investigação, mas que dispõe sobre a criação de cargos no Ministério da Justiça. Haja control C, control V KKKKKKKKKKKKKK

  2. Nem a morte da vereadora do Rio de Janeiro foi federalizado, ficando a apuração do crime sob a responsabilidade da polícia civil. Porque a federalizar um caso de suicídio?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *