1

Grupo que comandou Câmara por 20 anos força quebra de acordo entre Astro e Osmar Filho…

Presidente e líder do governo trabalharam em parceria pela sucessão na Casa, mas o primeiro vem sendo pressionado a apoiar outro nome; Regimento determina eleição até 15 de abril

 

Astro de Ogum e Isaias Pereirinha: pressão por quebra de acordo com o PDT

Parte de um grupo de vereadores que comandaram a Câmara Municipal há 20 anos a pressão para que o presidente da Casa, Astro de Ogum (PR), ignore o acordo firmado ainda em 2016, com o colega Osmar Filho (PDT).

À época, ficou acertado que Osmar sucederia Astro no comando da Câmara, em uma articulação que envolveu, além das lideranças do PDT, também o prefeito Edivaldo Júnior.

Ocorre que Astro vem sendo pressionado pelo grupo que tem os ex-presidentes da Casa, Chico Carvalho e Isaias Pereirinha (ambos do PSL) a não cumprir o compromisso firmado.

Foi com base nesta pressão que o PSL entrou na Justiça tentando derrubar a Lei que proíbe a reeleição no parlamento municipal. Seria uma forma de dizer a Astro de Ogum que fizeram tudo por ele.

A lei que proíbe a reeleição foi mantida pelo desembargador Jamil Gedeon, que estabeleceu também a eleição imediata na Casa.

E o Regimento Interno estabelece a data de 15 de abril como limite para realização do pleito.

E 15 de abril ocorre exatamente neste domingo…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Esse vereador Osmar Filho não tem representatividade nenhuma para presidir a Câmara Municipal de São Luís. Vai ser pau mandado de Edvaldo Holanda que continua a fazer uma administração pífia em nossa cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *