1

Flávio Dino quer PT e DEM como suplentes do Senado…

Solução do governador comunista tenta acalmar os ânimos das legendas, mas suas lideranças entendem que precisam de participação efetiva, como vice ou candidato próprio a senador

 

Flávio Dino e aliados com Juscelino Filho; o DEM quer mais do que o comunistas pretende oferecer

O governador Flávio Dino enfrenta problemas na relação com partidos que atuam em sua base de apoio e caminham para coligação com seu PCdoB.

Ele quer contemplar o DEM e o PT apenas com indicações de suplentes de senador – alguns como segundo suplente, inclusive – entendendo que, assim, garantiria as legendas na chapa majoritária.

Nem ao PT, nem ao DEM agrada essa hipótese.

A direção nacional dos democratas aceitou a aliança com o comunista no Maranhão com a garantia de que o partido teria participação na chapa majoritária, com o candidato a vice ou a senador.

Dino ainda tentou essa solução com a filiação do secretário Felipe Camarão e a tentativa de filiação de Eliziane Gama (PPS), ambos movimentos frustrados.

Agora tenta convencer o DEM até as convenções.

Embora mais atrelado do ponto de vista ideológico, o PT também resiste às ofertas de Dino para o partido

Embora mais atrelado do ponto de vista ideológico e político, o PT também se ressente da falta de participação efetiva, e pressiona por participação como vice na chapa.

Entendem os petistas que o demais partidos que somam tempo de propaganda para o comunista já estão contemplados de uma forma ou de outra.

O problema de DEM e PT deve se arrastar até as convenções.

E pode, inclusive, dar novos rumos ao projeto das duas legendas…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *