4

Ex-prefeito relata, em vídeo, perseguição “fascista e nazista” de Flávio Dino…

Vítima ele próprio da polícia política do governo comunista, Amaury Almeida, de Mirinzal, lembrou fatos parecidos ocorridos em todo o Maranhão, com perseguições e prisões com o objetivo de favorecer os candidatos do Palácio dos Leões nas eleições de 2016

 

O ex-prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida (MDB) decidiu expor, em vídeo, o drama que viveu em plenas eleições de 2016, quando se tornou uma das primeiras vítimas da polícia política comandada pelo governo Flávio Dino (PCdoB).

– O exemplo mais emblemático desta política autoritária foi a minha prisão, de forma arbitrária, no dia da eleição, em minha cidade de Mirinzal. Sob um aparato policial digno de grandes operações, eu, Amaury Almeida, fui preso, arbitrariamente, acusado de ter matado um homem e ferido mais dois, no dia do pleito eleitoral – destacou Amaury Almeida.

O caso de Mirinzal foi, inclusive, relatado neste blog como escândalo policial. (Relembre aqui)

Para o ex-prefeito – que hoje recorre do resultado da eleição, já com vitória em primeira instância – sua prisão se deu “por ordem direta daqueles que querem transformar o Maranhão em um estado nazista”.

Amaury recuperou-se do trauma e hoje forma trincheira contra o qu chama de governo fascista comunista e nazista

Amaury lembra que, quando de sua prisão, o secretário Jefferson Portela deu entrevista à mídia nacional dizendo ser o seu caso um exemplo para o Brasil.

– O exemplo que este governo dá ao Brasil são inúmeros escândalos no dia dia, muitos destes capitaneados pelo próprio sistema de Segurança, como a ordem para que a Polícia Militar monitore os que fazem oposição ao governo do estado – disse.

Por fim, depois de relatar também vários outros episódios, em vários municípios, Amaury Almeida desqualifica a política do governo Flávio Dino.

– Esta política fascista, comunista me humilhou, usurpou o processo democrático; causou a pior dor que uma mãe pode ter, ao ver o seu filho preso injustamente – desabafou o ex-prefeito.

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Esqueceu o que aconteceu com o lider comunitário Manoel da Conceição? Quem era Governador do Maranhão na época dos torturadores?

  2. Temos que ter cuidado…o tal do Flávio Dino não é mesmogrande coisa …mas a Sarneyzada não se conforma de ter perdido o governo do Estado e prefeitura de São Luís.. ..estao fazendo de tudo para voltar ao poder…lembram do que fizeram com o Jackson Lago?

  3. Isse sujeito tentou contra a vida de várias pessoas, ai vem a público falar que não fez nada, hora inúmeras pessoas viram ele no local onde foi cometido o crime e princípio esse fato não foi negado por ele.
    Agora fica querendo se vitimiza, Seja honesto e assuma seus erros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *