3

“Atraso” no salário aponta para falência do estado sob Flávio Dino…

Além de elevar os índices de miséria no Maranhão, nos últimos dois anos, Flávio Dino quebrou uma tradição do governo: o de pagamento antecipado do salário, o que aponta para riscos de atrasos no decorrer do ano

 

A miséria do Maranhão sob Flávio Dino vem marcando todos os anos do governo comunista

As duas notícias do setor econômico sobre o Maranhão não foram lisonjeiras para o governador Flávio Dino (PCdoB).

De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), o comunista aumentou o índice de miseráveis no Maranhão, fruto de uma política de aumento de impostos e perseguição a empresários, o que limita o emprego e a renda.

Além disso, Dino quebrou uma tradição de 20 anos no Maranhão: a de que os servidores estaduais recebiam sempre seu salário dentro do mês trabalhado.

E o fez exatamente quando se comemora o Dia do Trabalhador.

O salário dos servidores públicos não chegou no mês trabalhado, uma quebra de tradição

O mais grave nessa questão é que o “atraso” do salário aponta para uma suspeita que ronda o Palácio dos Leões há mais de um ano: o governo está com dificuldade de pagar seus servidores, e há ameaça de atrasos nos salários.

As duas notícias encerram ainda um fato inquestionável, goste ou não o governador: Flávio Dino quebrou o Maranhão, elevou a miséria no estado e acabou com o seus projetos de desenvolvimento.

E isso, nem o mais cretino comunista é capaz de negar…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. É o Maranhão da BESTA-FERAB DINOssauro, no rumo da socialização da miséria.

  2. Muitos professores não tiveram os salários creditados e não foi por causa de falta de RECADASTRAMENTO. disseram, apenas, que foi um problema na folha.

  3. PELO CALENDÁRIO DE PAGAMENTO ENTREGUE PELO GOVERNO NO INÍCIO DO ANO FOI PAGO NA DATA CERTA 1 DE MAIO PROCURE SE INFORMAR MELHOR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *