1

Farra dos capelães é denunciada também ao Ministério Público estadual…

Deputada Andrea Murad protocola representação por Improbidade Administrativa contra o governo Flávio Dino, e pede agilidade do chefe da Procuradoria-Geral de Justiça

 

Andrea Murad quer apuração ágil do Ministério Público sobre a farra de capelães na Polícia Militar

A deputada Andreea Murad (PRP) protocolou nesta quinta-feira, 3, mais uma denúncia contra o abuso de nomeações de capelães da Polícia Militar contra o governador Flávio Dino (PCdoB).

Desta vez, a denúncia acusa o comunista de abuso do poder com a captura de líderes religiosos, visando os votos dos fiéis nestas eleições.

Em março, a legenda de Andrea denunciou ao Ministério Público Eleitoral a farra das nomeações de novos capelães. O órgão deu um prazo até 6 de maio para o Governo do Estado responder os questionamentos do órgão.

– Espero do procurador Luiz Gonzaga a mesma agilidade da procuradora Raquel Dodge e do procurador Pedro Henrique, do MPF, por causa da gravidade dos últimos fatos ocorridos no Maranhão. E como até o momento não foi aberto nenhum procedimento no âmbito da Procuradoria  Geral de Justiça para investigar esse caso gravíssimo, resolvi acionar o procurador para que investigue e tome todas as providências para coibir essa prática ilegal de Flávio Dino – ressaltou Andrea.

Flávio Dino nomeolu 36 capelães sem concurso público na estrutura do sistema de Segurança Pública do Maranhão, incluindo postos de oficiais do Estado Maior da Polícia Militar.

Outros 10 cargos foram criados este ano para serem ocupados por religiosos.

Os salários chegam até R$ 21 mil…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Kkkkkkkkk, vcs vão se roer todinhos, com Flávio o buraco é mais embaixo, kkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *