2

“Flávio Dino fracassou”, decreta Maura Jorge, em entrevista à Difusora AM…

Pré-candidata do PSL ao governo diz que o Maranhão vive tempos de ditadura em que as pessoas têm medo de se posicionar porque acham que o comunista tem influência no Judiciário e no Ministério Público

 

A pré-candidata do PSL ao governo do Maranhão, ex-prefeita Maura Jorge, afirmou nesta quarta-feira, 9, em entrevista à rádio Difusora AM, que o governador Flávio Dino (PCdoB) fracassou em seu mandato.

– Ele perdeu o rumo. Quero lamentar, e é um lamento de todos os maranhenses. Eu não votei no governador Flávio Dino, mas acreditava que ele iria fazer uma excelência de gestão, um Maranhão diferente, uma prática diferente. lamentavelmente, um juiz com carreira marcante, como homem do direito, marcou sua histórica apenas por ambição política. Flávio Dino não tem tido a humildade de reconhecer que o seu governo fracassou. E usa toda a máquina, usa todos os meios para se manter no poder – afirmou Maura, em entrevista aos jornalistas Osvaldo Maia e Andressa Cerveira.

Para Maura Jorge, o Maranhão hoje, sob Flávio Dino, vive uma espécie de Ditadura, onde todos são obrigados a seguir seus pensamentos, sob pena de sofrer ameaças.

– Estamos vivendo em um estado onde a ditadura foi implantada. As pessoas têm medo por achar que ele é um juiz. A classe política, principalmente, porque acha que ele tem influência no Judiciário e no Ministério público, se sente acuada – afirmou a ex-prefeita.

Um dos exemplos citados por Maura Jorge para reforçar a imagem de “ditadura dinista”, é a descoberta da tentativa de usar a Polícia Militar para espionar adversários do governador.

– No interior, as pessoas sentem até medo de dizer que não vota no governador. Todos se sentem acuados a dizer que estão com ele – lamentou Maura.

A pré-candidata do PSL citou também o abuso de poder, com uso de cargos trocados por apoios, inclusive nas igrejas evangélicas.

– Infelizmente, em todas as classes, existem os bons e os ruins. Isso macula a imagem do evangélico, mas Deus separa o joio do trigo. O povo evangélico saberá separar quem é quem entre os evangélicos. E existem pastores que pregam a palavra de Deus e vivem a palavra de Deus – concluiu.

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *