0

STF invocado [pela liberdade de expressão]

Múltiplas ações estão sendo protocoladas na Corte Suprema contra a censura imposta pela Justiça Eleitoral maranhense a pedido do governo comunista de Flávio Dino

 

O imperador comunista do Maranhão mostra que subjuga juízes e promotores em perseguição à imprensa livre

Uma verdadeira avalanche de Reclamações Diretas, com pedido de Liminar, ao Supremo Tribunal Federal, deve chegar à Suprema Corte Brasileira nas próximas semanas.

São recursos de políticos, jornalistas e ativistas de redes sociais inconformados com a censura que está sendo imposta pelo Tribunal Regional Eleitoral a todo posicionamento crítico em relação ao governo Flávio Dino (PCdoB).

Nesta pré-campanha, o TRE julga, de forma efetiva, todas as reclamações do governador comunista, com liminares de censura a posts, matérias, artigos e até opiniões, independentemente de ouvir a parte censurada.

O mais curioso é que as inúmeras ações contra Flávio Dino – como uso da máquina pública, aliciamento de eleitores, compra de votos e campanha explícita nas redes sociais e na TV tradicional – são esquecidas em gavetas do Ministério Público ou em gabinetes judiciais eleitorais, sem qualquer decisão, tornando desequilibrada a disputa no Maranhão.

Advogados especialistas em Direito Eleitoral decidiram se unir e bancar as causas dos amordaçados pelas decisões judiciais por entender que o STF fatalmente cassará a decisão dos juízes eleitorais maranhenses, desmoralizando as decisões favoráveis ao comunista que governa o Maranhão.

Em nome da liberdade de expressão garantida na Constituição Federal…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *