0

Flávio Dino tenta culpar prefeitos pelo fracasso do Maranhão no Ideb…

Em resposta ao jornal O Estado de S. Paulo, que publicou estudo apontando a piora na educação sob seu comando, comunista diz que o grosso dos estudantes do ensino básico estão nos municípios; mas foi o Ideb da rede estadual, no entanto, que diminuiu entre 2015 e 2017

 

A gestão comunista de Flávio Dino levou à piora dos índices do ensino básico no Maranhão

Fracasso também no setor de Educação, como mostrou estudo do jornal O Estado de S. Paulo, com base nos números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado semana passada, o governador Flávio Dino (PCdoB) já escolheu seus bodes expiatórios.

Em resposta ao jornal, Dino culpou os prefeitos pela piora no Ideb.

Segundo o governador, a responsabilidade pelos alunos do 1º ao 5º ano é dos municípios, onde está o grosso desta etapa do ensino.

Flávio Dino jogou com as palavras para esconder o próprio fracasso.

O estudo do Estadão analisa a rede estadual de ensino e não a municipal.

E neste quesito, além de não avançar no Ideb, o governo comunista ainda piorou os índices nesta fase do ensino.

De acordo com o Ideb, a rede estadual – e só a rede estadual – tinha índice 4.3 no Ideb medido em 2015. Esse índice caiu para 4.1 no Ideb de 2017, divulgado semana passada.

E foi exatamente este ponto que o jornal O Estado de S. Paulo usou para apontar que Flávio Dino fracassou no ensino desde que assumiu o comando do estado.

E para alguns especialistas ouvidos pelo Estadão,  governadores que fracassam na Educação não deveriam ser reeleitos.

É simples assim…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *