0

Flávio Dino quer Haddad com menos votos que ele no Maranhão…

Governador comunista faz “corpo mole” na campanha presidencial para sair-se como “dono da candidatura” em um eventual segundo turno entre o petista o capitão Jair Bolsonaro

 

CORPO MOLE. Flávio Dino quer submeter Fernando Haddad à sua liderança no Maranhão

O silêncio do governador Flávio Dino (PCdoB) sobre a campanha presidencial incomodou petistas que foram com ele nesta quinta-feira, 4, a evento de campanha em Santa Inês.

– Não havia santinhos no comitê nem material de campanha; e Flávio Dino não cita sequer o nome de Haddad em seus comícios – afirmou um petista presente ao evento, incomodado com o silêncio do comunista.

Mas há uma estratégia para o posicionamento do governador.

Além de não se queimar com eleitores do adversário de Haddad, o capitão Jair Bolsonaro (PSL), Flávio Dino espera que o petista tenha menos votos que ele próprio no estado. (Entenda aqui)

Desde 2002, quando Lula se elegeu presidente pela primeira vez, o Maranhão dá votações estratosféricas aos candidatos do PT – e essas votações são sempre muito superiores às dos próprios governadores.

Flávio Dino quer quebrar esta lógica.

Ele espera ver Haddad com votação menor que a sua no primeiro turno para, no segundo, sair-se como pai de uma eventual campanha vitoriosa.

E chegar com respaldo na mesa de negociações de um eventual governo petista…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *