4

Maura Jorge ocupa vácuo político e vira líder da oposição após 1º turno…

Diante do recolhimento de Roseana Sarney e Roberto Rocha, ex-candidata a governadora passa a fazer o contraponto a Flávio Dino no segundo turno, apostando, sobretudo, na vitória de Jair Bolsonaro

 

Incansável, Maura Jorge não parou nem mesmo após o primeiro turno; e faz contraponto diário a Flávio Dino e Haddad

A ex-prefeita, ex-deputada e ex-candidata a governadora Maura Jorge (PSL) dá sinais de que não pretende se recolher após o resultado das urnas, das quais saiu como terceira colocada na disputa pelo governo.

E já é o principal contraponto ao governo Flávio Dino (PCdoB) no Maranhão.

Diante do recolhimento dos também ex-candidatos Roseana Sarney (MDB) e Roberto Rocha (PSDB), Maura manteve-se ativa, mesmo com o resultado do primeiro turno.

Sobretudo pelo fato de Jair Bolsonaro (PSL) estar disputando o segundo turno presidencial com amplas chances de vitória.

E caso Bolsonaro vença a eleição do próximo domingo, 28, Maura se consolidará como a opção ao grupo de Flávio Dino em 2022.

– Nada mudou. Os lobos em pele de cordeiro continuam a tripudiar em cima do povo. Nós queremos menos discursos demagógicos e mais ações práticas para o nosso povo ter emprego, renda e cidadania – disse ela, em crítica à visita de Fernando Haddad a São Luís, no último domingo, 21. (Veja o vídeo acima)

Diferentemente de Roseana, que se recolhe nos períodos de entressafra de campanha; e de Rocha, que carece de carisma e empatia, Maura mostra-se incansável para o confronto com o comunista nos próximos quatro anos.

E aposta suas fichas no próprio empoderamento em um eventual governo Bolsonaro…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Gostaria de esclarecer que a Maura Jorge está embarcando na onda, pois quem está organizando e fazendo toda a campanha de Bolsonaro é partido PSL através de seu presidente o Vereador Franciscos Carvalho e um grupo de apoio, que em incessantes reuniões definem carreatas e atos pró Bolsonaro.

  2. Ela vai ficar no vácuo mesmo, afinal o nome forte de Bolsonaro no Maranhão será Aluísio Mendes, isso se ele vencer, o que torço para não acontecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *