0

PCdoB aposta em candidato inelegível da Bahia para escapar da cláusula de barreira

Partido do governador Flávio Dino teve um ex-prefeito que concorreu sub judice, alcançando 100 mil votos que agora devem ser computados, por decisão do Superior Tribunal de Justiça

 

INELEGÍVEL. Isaac carvalho pode garantir eleição à Câmara e salvar o PCdoB da extinção com base na cláusula de Barreira

Um candidato declarado inelegível pela Justiça Eleitoral da Bahia é a aposta do PCdoB, partido do governador Flávio Dino (PCdoB), para escapar da cláusula de barreira.

O partido não alcançou o número suficiente de votos exigidos pela Justiça Eleitoral e perderá em 2019 os recursos do Fundo Partidário e o acesso à propaganda partidária.

Ou seja, será extinto, a menos que faça fusão com outras legendas. (Entenda aqui)

O candidato declarado inelegível é Isaac Carvalho, que disputou vaga na Câmara Federal na Bahia, após ter sido prefeito de Juazeiro , quando foi acusado de várias irregularidades.

Os poucos mais de 100 mil votos de Carvalho nas eleições de 2018 nem foram computados pela Justiça Eleitoral.

O caso do deputado bahiano já havia sido abordado neste blog, quando conversou sobre o presidente regional do PCdoB, Márcio Jerry, sobre os riscos de extinção. (Releia aqui)

Mas na última segunda-feira, 22, O Superior Tribunal de Justiça concedeu tutela provisória ao candidato comunista, suspendendo a inelegibilidade.

O PCdoB espera agora que o TSE refaça os cálculos dos votos nacionais de cada partido, incluindo os 100 mil de Isaac Carvalho.

É a chance que os comunistas têm de não serem obrigados a se fundir…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *