3

“Isto é um grande equívoco”, diz Weverton, sobre fim do Ministério do Trabalho…

Uma das mais antigas pastas federais teve a extinção anunciada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, o que, na avaliação do senador eleito pelo Maranhão, “atinge em cheio o trabalhador brasileiro”

 

Defensor do trabalhador brasileiro na Câmara Federal, Weverton Rocha, agora senador eleito, lamentou o fim do Ministério do Trabalho

O senador eleito Weverton Rocha (PDT) classificou de equívoco a decisão do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) de extinguir o Ministério do Trabalho.

– Isso é um grande equívoco. O MT existe há 88 anos, já teve estruturas diferentes, mas sempre comandou a política de empregos no País – destacou o senador pedetista.

Bolsonaro vai transformar a pasta – uma das mais antigas da república brasileira, com 88 anos – em uma espécie de departamento de outro ministério.

Para o senador maranhense – um dos mais fervorosos defensores dos direitos trabalhistas na Câmara Federal – a extinção da pasta em um momento de crise econômica mostra a despreocupação do futuro com os trabalhadores.

– A geração de trabalho e renda precisa de uma atenção especial e especializada, principalmente neste momento de crise econômica, que atinge em cheio o trabalhador brasileiro – disse.

A decisão de Bolsonaro tem repercutido entre as centrais sindicais e mesmo entre empresários…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Equívoco foi o que ditador Dino fez, em um mandato de senador a um elemento da tua estirpe !!!

  2. Esse ai se lascou! Pensou que os petralhas iam ganhar a eleicao. E pode aguardar que Flavio Pança vai perder o mandato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *