7

Ultradireita maranhense ainda tenta acesso a Bolsonaro…

Formado por militares das Forças Armadas e da PM – e por conservadores de todos os tipos no interior – movimento de ultradireita mostra rejeição a Maura Jorge e tenta fazer do coronel Monteiro o interlocutor do novo governo no Maranhão

 

EM BUSCA DE INTERLOCUÇÃO. Coronel Monteiro com Jair Bolsonaro ainda na pré-campanha; falta de acesso isola direita maranhense

Um grupo de ultradireita que gira em torno do coronel reformado do Exército José Ribamar Monteiro Segundo (PHS) resolveu reforçar suas posições na Internet para tentar forçar uma interlocução direta com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Este grupo, que tem desde militares das Forças Armadas e da PM, conservadores católicos e evangélicos, políticos que agora se assumem de extrema direita – e até monarquistas – não reconhece a interlocução da  ex-candidata Maura Jorge (PSL) e tenta construir um projeto de poder em torno de Monteiro.

Mas, por enquanto, não tem tido sucesso na aproximação com Bolsonaro.

Entre os membros da União da Direita Maranhense (UDM), apenas o médico Allan Garcês conseguiu chegar até o núcleo central do novo governo; e isso por uma articulação política dele próprio, e não do grupo. (Entenda aqui)

O próprio Garcês enfrenta certa resistência no grupo monteirista.

Desde a campanha, a ultradireita em torno do coronel Monteiro se reunia em diversos grupos de WhatsApp – “QG Bolsonaro”, “Maranhão é Bolsonaro”, “Endireita Imperatriz” e “Viva a Direita”, dentre outros – que agora decidiram se unificar no “Endireita Maranhão”.

– Temos como referência o “Endireita Maranhão” o qual tem por finalidade introduzir na política maranhense pessoas novas, com ideologia de direita de modo a potencializar a evolução cultural, social e econômica do Maranhão – disse um dos comunicados, embora a cultura e o social sejam dois dos alvos do governo Bolsonaro.

VIVA O REI!!! Monarquistas também se alinham ao projeto da ultradireita maranhense em busca de interlocução com Bolsonaro

Nos grupos, é dura a crítica ao governo Flávio Dino (PCdoB) e ao grupo Sarney; e agressiva a reação a qualquer menção a Maura Jorge, que foi candidata a governadora pelo partido de Bolsonaro.

O coronel Monteiro chegou a ser pré-candidato a governador, mas teve a candidatura rechaçada pelo PHS, que optou por aliança com o senador Roberto Rocha (PSDB). (Relembre aqui)

O projeto do grupo é fazer de Monteiro o principal interlocutor do presidente eleito no Maranhão.

Por enquanto, no entanto, estão apenas nas adjacências do poder…

Marco Aurélio D'Eça

7 Comments

  1. O único que sempre foi Bolsonaro foi o Dr Allan Garcês. Todos os outros apareceram através dele. Quem apresentou Monteiro e Cia para o Bolsonaro foi o Dr Allan Garcês. Esse pessoal aí, foi deixado de lado. Estavam na UDM, levados por Allan Garcês e foram expulsos por decisão do grupo. Sempre causando confusão. Enfim, existe Direita no Maranhão, chamasse UDM e existe o seu líder, chamasse Dr Allan Garcês, estes são essenciais. O resto é vaidade, incompetência, recalque, mágoa, etc…

  2. Esse pessoal desse tal endireita são aproveitadores, nunca quiseram se unir no projeto Bolsonaro no Maranhão, e agora querem dizer que fizeram algo pró Bolsonaro, me mostre uma foto desse Coronel levantando a bandeira Bolsonaro?? Não tem!!! Caroneiro!!!! Inclusive chegou até ir contra o Bolsonaro. SÃO ESQUERDISTAS DISFARÇADOS!!!!

  3. Maura Jorge é uma aproveitadora, se fez do nome Bolsonaro para se promover, mas não larga de jeito nenhum do osso Sarneysta, vocês têm o que na cabeça para apoiar uma mulher que é rejeitada na própria terra, por que será que ela é rejeitada na própria terra, né? Nas palavras ela se diz Bolsonaro e vai para Brasília para se mostrar, enquanto o coronel viaja conhecendo os problemas do Estado do Maranhão, entre uma mal caráter da velha política, e um de boa índole, patriota, e conheçe verdadeiramente os problemas do Maranhão, eu fico com o de boa índole.

  4. Bom dia!
    Quem afirma uma comparação de votos entre eu e qualquer candidato, não diz a verdade, pois não fui candidato. Minha candidatura não foi rechaçada, mas o partido ao qual era filiado foi vendido oara o Roberto Rocha.
    Dizer que já passei o Cabo da Bie Esperança e bem diferente de dizer que sou corrupto. Afirmar que busco interlocutor com Bolsonaro, e inverdade, apoiamos Bolsonaro, mas não buscamos qualquer contato com ele, e, até os grupos que tínhamos com o nome Nolsonaro, unificamos no ENDIREITA. Dizer que somos de direita, é a mais pura verdade. Somos de direita, e não adianta nos rotular pejorativamente de extrema direita, porque se ser de direita e combater essa duradoura Dinista, com todos os males que vem causando ao Maranhão, então sou de direita, com muito orgulho. Outra coisa,. Tenho bastante vigor, coragem e determinação para a LUTA, e está só está começando.

  5. Só olharem a quantidade de votos da Maura e a desse coronel.. Maura disparada

  6. LUGAR DE CORONEL É PASSEANDO E EM CASA. AINDA MAIS ESSE QUE JÁ DOBROU O CABO DA BOA ESPERANÇA!

  7. rapaz a unica que acreditol em jair bolsonaro foi maura jorge porque alguns evangelicos e catolicos do maranhao eram capelao basta ver o segundo turno os votos de bolsonaro e os votos adraste e agora vem ums aproveitadores porque sao militares meus caros bolsonaro e militar ele e o governo de todos mais nao e besta nao vai ter varios interlocutores mais a principal vai ser a maura jorge porque ela acreditou ate eu nao acreditava por causa das desenformaçoes contrarias confudiam as pessoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *