6

A má-fé de Flávio Dino e a coerência de Eduardo Braide…

Ao misturar poucas medidas a favor da população com uma dezena de projetos que arrancam dinheiro do contribuinte, governador expõe a face mais cruel do comunismo, tentando jogar a população contra seus adversários

 

Braide lutou pelas boas medidas; a Dino só interessavas as propostas más

Editorial

O governador Flávio Dino (PCdoB) expôs a face mais cruel de sua gestão ao misturar, numa mesma proposta, umas poucas medidas boas em meio a uma série de medidas contra a população.

Dos mais de 10 pontos do chamado “Pacote de Maldades” do governo comunista, apenas três medidas beneficiavam, de fato, a população.

Mas ao misturar pequenas bondades com maldades em série, ele apenas expôs deputados estaduais na Assembleia Legislativa – fossem aliados ou adversários.

Quem votasse contra a proposta seria exposto violentamente pela mídia controlada pelo Palácio dos Leões, como de fato ocorreu.

É neste ponto que precisa ser destacada a coerência do oposicionista Eduardo Braide (PMN).

Braide não apenas expôs o projeto que Flávio Dino tentava votar às escondidas como também destacou as boas medidas e lutou, até o último momento, pela aprovação apenas destas.

Derrotado em plenário pela tropa-de-choque comunista, não havia outra alternativa senão abster-se de votar pelas medidas más, indo, por outro lado, à Justiça, para preservar as boas medidas.

Foi isso que fez o parlamentar.

Braide mostrou sua coerência; Flávio Dino, sua má-fé.

Simples assim…

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Será que só governo comunista pratica maldades? Por muitos anos, boa parte dos maranhenses iam tratar suas doenças nos hospitais do Piauí. Apenas um lembrete, os governos eram de direita, do MDB. A família real maranhense levou o estado à miséria. Meu caro repórter, candidate-se ao cargo de governador e faça os milagres.

  2. Mas como a mídia e controlada pelo palácio dos leões!! Se toda a mídia do Sarney?

  3. Marcos vamos deixar dessa politicalha o fato é que Eduardo Braide é um deputado frouxo que não votou a favor do povo e eu concordo com Marcelo Tavares quando ele chamou de deputado morno o resto é conversa mansa pra boi dormir.Simples Assim.
    Antes de você falar que sou comunista, falo a você que sou Roseana Sarney de carteirinha desde da primeira eleição que ela foi candidata a deputada .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *