2

Ecos da Deodoro: a histórica performance de Kátia Bogéa…

Presidente do Instituto Histórico e Artístico Nacional – órgão responsável pela obra – fez contundente discurso, com resgate político e rigor histórico de reconhecimento por São Luís

 

Ao lado de Edivaldo e autoridades do Iphan, Kátia Bogéa vistoria reviltalização da Praça do Panteon, no Complexo Deodoro

Avessa à política, sem filiação partidária e responsável direta pela revitalização histórico-urbanística da Praça Deodoro, a presidente do Iphan, Kátia Bogéa, brilhou durante a entrega da obra, no último sábado, 22.

Diante de autoridades de todos os cacifes – governador, prefeito, ministros, deputados, secretários e vereadores – ela fez um contundente discurso, que chamou atenção de aliados pelo teor político-social de suas declarações.

Kátia Bogéa vive o Iphan desde a sua criação. Primeiro como comandante no Maranhão; depois, como chefe nacional do órgão.

Nem mesmo as ligações estreitas com o grupo Sarney tirou a importância de sua presença na obra; tanto que, pela primeira vez em anos e anos, uma obra do porte da Deodoro foi inaugurada sem a presença de um membro da família do ex-presidente.

E a presença de nada menos que três ministros do governo Michel Temer (MDB) fortalece seu prestígio pessoal.

A presidente do Iphan não tem filiação partidária, não milita politicamente, o que favorece seu perfil técnico, espécie de outsider.

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) deve indicar o novo presidente do Iphan assim que assumir o posto; e pode manter Kátia Bogéa no cargo.

O que só confirmará a importância histórica da maranhense…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Será um grande acerto do presidente eleito manter a competente Kátia Bogéa no cargo. E para São Luís e o Maranhão será excelente pois temos diversos patrimônios materiais e imateriais que continuarão com uma defesa técnica e viabilizadora de melhorias contínuas a todo acervo. Uma grande profissional merece o reconhecimento. Parabéns

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *