0

Imperatriz: Guarda Municipal tem calendário para ir às ruas…

“A questão da violência urbana é nacional. O que vamos fazer é agregar às forças policiais estaduais, PM e PC, uma estrutura a mais”, diz o prefeito Assis Ramos

 

Guardas Municipais estão sendo preparados para ir às ruas de Imperatriz

“O processo é lento porque é dividido em diversas etapas seletivas, todas rigorosas, para que se elimine ao máximo qualquer possibilidade duma escolha equivocada. Os que vencerem todos os gargalos, receberão farda, armas e a responsabilidade de defender o cidadão e o patrimônio público. Estarão absolutamente em condições de fazê-lo. Na escolha, não há nenhum tempero político; é pura meritocracia”.

Quem avisa é o comandante da Guarda Municipal de Imperatriz, GMI, José Ribeiro de Oliveira, 65, que viveu 33,5 anos funções na Segurança Pública, dentro da Polícia Civil do Maranhão.

A GMI vem aí. Dos mais de 4,2 mil inscritos, 204 saíram classificados dum concurso público sobre o qual não se disse o mínimo em termos de irregularidade (coisa rara para esse tipo de evento). Dos 204, 144 venceram os rigorosos testes de aptidão física e agora estão sendo chamados para avaliações médicas e psicológicas.

Por fim, se submeterão a um processo minucioso de investigação social, aquele em que se analisam e se conferem a autenticidade de todas as certidões fornecidas e de todas as declarações prestadas nos formulários já preenchidos. Dos que ultrapassarem todas essas etapas, os 50 mais bem avaliados mergulharão num processo intensivo de formação profissional que irá de 15 de março a 14 de junho. Os demais ficarão numa lista de excedentes para futura ampliação do quadro, ou mesmo para eventuais substituições.

O TAF é um dos exercícios de preparação dos novos membros da GMI

Formatura e nomeação deverão acontecer entre o final de junho e início de julho para, então, a GMI ir para as ruas, para ações e prevenção “e, quando for o caso, de repressão” – informa o comandante Ribeiro. Defesa do cidadão e do patrimônio, com um foco muito especial para as escolas e seus entornos.

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *