2

É artificial a crise por cargos no governo Flávio Dino…

Apesar de a mídia apontar, vez ou outra, pressões e insatisfações de alguns líderes partidários, mudanças na administração comunista transcorrem seguido o roteiro traçado pela cúpula governista

 

Flávio Dino e seus dois operadores: mudanças sem maiores traumas com a base

O governador Flávio Dino (PCdoB), seu vice, Carlos Brandão (PRB), e o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB) conduzem diretamente a reforma no governo comunista do Maranhão.

E, ao contrário do que apontam setores da imprensa, é muito pouco provável que estas mudanças tragam qualquer fragmentação nas bancadas aliadas na Câmara Federal e no Senado.

Pelo contrário, até agora, as indicações e convites têm tido um adicional de vantagem para o governo: atrair setores da oposição ou de lideranças partidárias tidas por independentes.

Nem mesmo a pressão criada pelos deputados federais André Fufuca (PP) e Josimar de Maranhãozinho (PR) – em busca de maiores espaços no governo – causará qualquer contratempo, caso não atendidos.

Nem Fufuca, muito menos Maranhãozinho, têm perfil de oposicionistas orgânicos – e tenderão a, no fim das contas, seguir com o que lhes foi dado.

E a articulação política de Marcelo Tavares na Assembleia Legislativa tem aberto, inclusive, novas perspectivas rumo a oposição.

Sobretudo no diálogo com os deputados César Pires (PV), Rigo Teles (PV) e Arnaldo Melo (MDB).

Mas esta é uma outra história…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Olhe só Marco Aurélio D’eça, para a grande maioria esmagadora da população maranhense se encontra bastante aliviada somente pelo grande feito do Governador Flávio Dino ter destronado de uma vez por todas a tão fadada e destroçada Oligarquia Sarney do poder no Maranhão. Agora toda e qualquer mudança ou alteração de membros de seu governo, não incomoda e muito menos mete medo na população, já que desde seu primeiro mandato as políticas de Estado do seu governo estão correspondendo com todas as espectativas da sociedade maranhense!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *