6

Com circuito Beira-Mar, Flávio Dino constrói seu legado carnavalesco…

Usando fantasia extravagante – mix de Roseana Sarney e Fidel Castro – governador comemora sucesso do carnaval na orla marítima, espaço que reúne o melhor de São Luís em seus aspectos turísticos

 

O BELO VISUAL DA AVENIDA BEIRA-MAR é um atrativo a mais para o carnaval de São Luís

O governador Flávio Dino (PCdoB) acertou a mão na construção do circuito Beira-Mar, o novo point do carnaval de São Luís.

Reunindo em um só espaço o que a capital maranhense tem de melhor em seus aspectos turísticos – parte dos prédios históricos e a bela orla marítima – a festa à beira mar se consolida como o principal espaço carnavalesco.

E já pode ser considerado o principal legado de Flávio Dino no setor cultural.

Não é de hoje que o blog Marco Aurélio D’Eça tem reconhecido o sucesso do carnaval no circuito, como mostrou no post “A bela festa da Beira-Mar”, de fevereiro de 2018. (Reveja aqui)

Neste carnaval de 2019, Flávio Dino – com fantasia composta por camisa a la Roseana Sarney e quepe de Fidel Castro – comemora o sucesso do circuito, que tem tudo para se transformar em um adversário de peso dos carnavais do Rio de Janeiro e de Salvador.

USANDO MIX DE ROSEANA SARNEY E FIDEL CASTRO, Flávio Dino chamou atenção dos foliões na orla marítima

Se concluído com capricho e convicção, o circuito Beira-Mar tem tudo para ser uma das atrações do carnaval no Brasil. Tem, a um só tempo, toda a história dos casarões e prédios coloniais – representada, simbolicamente, na sede da antiga Reffssa – ladeada pela bela orla marítima.

O projeto completo do circuito Beira-Mar prevê que o prédio da Reffssa seja ocupado por restaurantes, galerias de artes e lojas.

Se isso ocorrer de fato, São Luís voltará a ter um espaço capaz de competir de igual por igual com os melhores carnavais brasileiros.

E Flávio Dino terá construído o seu legado no aspecto cultural…

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Flávio reativou o antigo e esquecido circuito Beira Mar. Está de parabéns.

  2. Muito bom, mas vale ressaltar que a cultura maranhense não é só carnaval, o São João está muito a desejar. Caiu muito nos últimos anos, ficou muito centralizado, nos principais arraiais e quem mora longe deles fica difícil apreciar as atrações.

  3. Faltando um pouco de noção do que é o carnaval no país.
    Nem no Nordeste São Luís bate exemplo, Recife ou Salvador vai bater Rio de Janeiro….

    Tá muuuuuuito longe disso acontecer, mas forçar uma barra que é o que o presente texto se propõe, ao menos isso conseguiu.

  4. Precisava usar chapéu de ditador e ainda portar um martelo e foice de madeira ?
    Fora isso tá de parabéns pelo circuito carnavalesco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *