1

Carlos Brandão, Weverton Rocha e a sucessão de 2022…

Principais nomes já discutidos como opção para a sucessão do governador Flávio Dino convivem harmoniosamente na base do governo, cada um a seu modo fazendo sua articulação que pode levar ao comando do estado

 

WEVERTON E BRANDÃO TÊM OPERADO NA MESA BASE, e recebem a atenção das lideranças, como Erlânio Xavier e Juscelino filho

Muita gente – da oposição e do governo Flávio Dino (PCdoB) – aposta que a próxima eleição estadual representará o tradicional racha que, ao longo da história da humanidade, tem resultado na queda dos impérios.

No que depender do senador Weverton Rocha (PDT) e do vice-governador Carlos Brandão (PRB), no entanto, esse racha será adiado ao máximo.

Principais nomes já discutidos como opção para suceder Flávio Dino, Brandão e Rocha convivem naturalmente na base, cada um a seu modo fazendo a sua articulação política.

WEVERTON TEM CONSTRUÍDO UMA FORTE BASE QUE REÚNE PREFEITOS, DEPUTADOS FEDERAIS, ESTADUAIS E VEREADORES, que deve se consolidar em 2020

Senador eleito com quase 2 milhões de votos, Weverton tem reunido em torno de si uma boa fatia de prefeitos, deputados federais e estaduais, além de vereadores e lideranças em todos os 217 municípios. (Saiba mais aqui)

Aposta, sobretudo, nas eleições de 2020, quando espera eleger os prefeitos de São Luís e de Imperatriz, ainda que não necessariamente do PDT.

CARLOS BRANDÃO TEM O PODER DA ARTICULAÇÃO, A ORÇA EM TODOS OS GRUPOS POLÍTICOS e um trunfo que é só dele: estará no governo em 2022

Mais discreto que Weverton, porém igualmente articulado, Brandão vai costurando em torno de si uma base que reúne não apenas aliados de Flávio Dino, mas gente da oposição e até aqueles que já tinham deixado a política. (Entenda aqui)

E tem um trunfo que pode ser decisivo em 2022.

Como vice governador, será o governador do estado na sucessão de Dino, podendo, inclusive, concorrer à reeleição.

São com essas armas que atuam hoje nos bastidores os dois principais atores da sucessão comunista, os dois tentando evitar o racha.

Que, se virá ou não, apenas o tempo irá dizer…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Eleição? Prefeitura? PCdoB? Aquele partido que “topa qualquer coisa”? E se filia com tudo e todos? Vigarismo…
    Cuidado com o PT e seus satélites, só fizeram besteiras! E vivem de comercial, apenas.

    PT e PCdoB são pura propaganda! Ersatz.
    E o Leviatã da Propaganda Petista (e, também, do Petismo e do PCdo B), hein?…

    “Muito engana-me, que eu compro”

    E o PT®? Qual o poder constante de sua propaganda ininterrupta?
    Eis: Vive o PT© de clichês publicitários bem elaborados por marqueteiros.
    Nada espontâneo.
    Mas apenas um frio slogan (tal qual “Danoninho© Vale por Um Bifinho”/Ou: “Fiat® Touro: Brutalmente Lindo”). Não tem nada a ver com um projeto de Nação.

    Eis aqui a superficialidade do PETISMO:

    0.
    “Coração Valente©”
    1.
    “Pátria Educadora©” [Buá; Buá; Buá].
    2.
    “Controle social da mídia” (hi! hi! hi!): desejo do petismo.
    3.
    “A Copa das Copas®”
    4.
    “Fica Querida©”
    5.
    “Impeachment Sem Crime é Golpe©” [lol lol lol]
    6.
    “Foi Golpe®”
    7.
    “Fora Temer©”
    8.
    “Ocupa Tudo®”
    9.
    “Lula Livre®”
    10.
    “® eleição sem Lula é fraude” [kuá!, kuá!, kuá!].
    11.
    “O Brasil Feliz de Novo®”
    12.
    “Lula é Haddad Haddad é Lula®” [kkkk]
    13.
    “Ele não®”.
    14.
    “Haddad agora é verde-amarelo ®” [rsrsrs].
    15.
    “LUZ PARA TODOS©” (KKKKK).
    16. (…e agora…):
    “Ninguém Solta a Mão de Ninguém ©”
    17.
    “SKOL®: a Cerveja que desce RedondO”.

    PT© é vigarista e Ersatz.
    Vive de ótimos e CALCULADOS mitos publicitários.

    É o tal de: “me engana que eu compro”.

    == A FORÇA-TAREFA DA PUBLICIDADE ININTERRUPTA DO PETISMO ==

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *