0

Eduardo Braide quer corrigir distorções na tabela SUS…

Membro da Comissão de Seguridade Social da Câmara Federal, deputado maranhense critica o absurdo de as entidades filantrópicas receberem apenas R$ 0,63 por atendimento de urgência de pacientes com câncer

 

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) criticou nesta terça-feira, 23, na Comissão de Seguridade Social da Câmara Federal, as distorções na tabela de pagamentos do Sistema Único de Saúde.

– Faço parte do grupo de trabalho de revisão da tabela SUS. É um verdadeiro absurdo que tenhamos procedimentos da saúde pública que custem R$ 0,63, como é o caso do atendimento de urgência dos pacientes com câncer.  Os maiores prejudicados são as entidades filantrópicas e seus pacientes. Já estamos trabalhando na Câmara para corrigir essas distorções – avisou o parlamentar.

Em vídeo, Braide destacou a prioridade da Saúde e disse que a revisão da tabela SUS é fundamental.

– O governo repassa um valor que é aquém da realidade do procedimento; e são os próprios bancos oficiais que depois, emprestam o dinheiro a juros, para a entidade pagar um débito que, na verdade, foi criado pelo próprio governo – criticou o parlamentar.

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *